Webber critica decisão da FIA: "Isso me irrita, para ser sincero"

“Não tenho problema em ser criticado por minha pilotagem, mas não aceito conversa sobre o carro estar ilegal"

Webber é terceiro no mundial

Mark Webber foi enfático ao criticar a decisão da FIA de considerar ilegal o assoalho de sua Red Bull. O australiano negou que tenha vencido o GP de Mônaco com um carro fora do regulamento e garantiu que a mudança não fará diferença alguma no rendimento do RB8.

“Não tenho problema em ser chamado de várias coisas e de ser criticado por minha pilotagem, mas não aceito conversa sobre o carro estar ilegal. Isso me irrita, para ser sincero”, afirmou durante coletiva de imprensa em Montreal.

“O carro passou todos os testes depois da corrida. Se todas as equipes contra isso não protestaram depois de Mônaco, o carro passou nos testes depois do Bahrein e depois de Mônaco e depois há uma clarificação, a regra é diferente. Tínhamos um carro que era legal no início da temporada. A regra mudou e nós seguimos em frente”, afirmou, referindo-se a sua vitória em Monte Carlo e à de seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel, na etapa árabe.

Terceiro colocado no mundial, Webber afirmou que a Red Bull, mesmo se o assoalho fosse considerado legal, mudaria a peça dentro das atualizações programadas para o GP da Europa, etapa seguinte ao Canadá.

“Acho que eu não saberia se o assoalho estaria modificado ou não. Do lado da pilotagem estamos muito otimistas de que não vai fazer nenhuma diferença. Vocês não acreditariam mas tínhamos algumas mudanças para Valencia que incluíam uma peça sem o buraco, independentemente das regras.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias