Webber diz que fez as pazes com Vettel: “não é mais meu inimigo”

compartilhar
comentários
Webber diz que fez as pazes com Vettel: “não é mais meu inimigo”
Andrew van Leeuwen
Por: Andrew van Leeuwen
Traduzido por: Gabriel Lima
28 de jul de 2015 13:36

Companheiros por cinco temporadas, pilotos protagonizaram duelo quente dentro e fora das pistas pela equipe Red Bull

(Da esquerda para direita): Mark Webber, Red Bull Racing, e o companheiro Sebastian Vettel, Red Bull Racing, na coletiva de imprensa da FIA
(Da esquerda para direita): Sebastian Vettel, Red Bull Racing RB9, e Mark Webber, Red Bull Racing RB9
Mark Webber, Red Bull Racing RB9 e Sebastian Vettel, Red Bull Racing RB9
Mark Webber, Red Bull Racing e parceiro Sebastian Vettel, Red Bull Racing na coletiva da FIA
Mark Webber, Red Bull Racing comemora sua segunda posição e final GP no pódio com parceiro Sebastian Vettel, Red Bull Racing
Sebastian Vettel, Red Bull Racing RB9 e parceiro Mark Webber, Red Bull Racing RB9 disputam pela liderança do corrida
(Esquerda para direita): Carlos Sainz, com Mark Webber, piloto da Porsche Team WEC

Após lançar seu livro nos últimos meses, Mark Webber disse que não é mais rival de Sebastian Vettel. O australiano admitiu que após sua saída da Fórmula 1, o relacionamento com o alemão melhorou como tempo.

"Independentemente de ele estar dirigindo para a Red Bull ou não, acho que nosso relacionamento mudou", disse ele ao Motorsport.com.

"Nós estávamos um lutando contra o outro na Red Bull, por isso não foi uma situação fácil de manusear.

"Aprendemos bastante sobre nós mesmos - eu no final da minha carreira e Seb no início da dele. As coisas mudaram muito rápido dentro da nossa relação em termos de como estávamos habituados a competir um contra o outro.”

"Agora eu estou fora da Fórmula 1 e as coisas continuam a mudar rapidamente. Não tenho muitos inimigos na minha vida, se tiver algum. Nós temos um grande respeito um pelo outro. Provavelmente já tínhamos enquanto competíamos também, mas agora um pouco mais."

Falou com Vettel e Mateschitz

Webber admitiu que falou com Vettel e com o dono da Red Bull, Dietrich Mateschitz, antes de publicar o livro. No entanto, não falou com Christian Horner, diretor do time.

"Eu falei com Seb e falei com Dietrich", disse ele.

"O livro foi realmente um verdadeiro reflexo de como me sentia no momento e como foram esses anos que passei na Formula 1. Não é sobre a Red Bull, é mais sobre a equipe em Milton Keynes."

"Foi um tempo de teste para muitos de nós, e é por isso que tive que entrar em detalhes para explicar tudo."

Não era fã da ideia de fazer um livro

Webber também diz que ele não era à favor de fazer um livro controverso. "Não fui um grande fã da ideia de fazer um livro inicialmente".

"Foi mais agradável falar sobre os primeiros anos - até mesmo para mim. A união e determinação que me levaram a evoluir neste início."

"Quando você olha para trás você pensa 'uau, nós realmente conseguimos algumas coisas', e isso dá orgulho. Essa é a maior surpresa para as pessoas, saber o quão difícil foi passar por esse período da minha carreira. Foi muito gratificante fazer o que fiz."

Próxima Fórmula 1 matéria
Ecclestone espera decisão da Renault sobre a Lotus nesta semana

Previous article

Ecclestone espera decisão da Renault sobre a Lotus nesta semana

Next article

Ferrari adia decisão sobre Räikkönen para segunda metade do ano

Ferrari adia decisão sobre Räikkönen para segunda metade do ano
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Mark Webber , Sebastian Vettel Shop Now
Autor Andrew van Leeuwen
Tipo de matéria Últimas notícias