Webber espera mais polêmicas técnicas até o final do ano

Australiano reclama que só a Red Bull é questionada em público e avalia a atual relação de forças entre as equipes

Mark Webber acredita que a temporada de 2012 ainda terá muitas brigas pela frente – fora das pistas. Nessas 11 primeiras etapas, sua equipe, a Red Bull teve de mudar o desenho de sua carenagem antes do GP da Europa, foi acusada de usar um sistema de controle de altura manualmente ajustável no Canadá e teve proibidos os mapas de motor que usou na Alemanha, mas Webber destaca que só as reclamações técnicas a respeito de sua equipe foram divulgadas ao público.

“Acho que isso é incrivelmente chato para a maioria das pessoas”, disse à Reuters. “Tudo o que podemos fazer é continuar passando em cada teste, e temos feito isso. Não é um campeonato de carros iguais, cada um pode fazer o seu de acordo com as regras e é isso que temos feito.”

“Sei que foi pedido a outras equipes que mudassem coisas em seus carros, mas isso não é divulgado. Algumas das nossas coisas são levadas a público. Pode ser com as asas ou seja o que for, e promete que outras coisas vão surgir, mas sempre passamos nos testes. Nenhuma equipe nos protestou, porque sabemos que estamos dentro das regras.”

Vice-líder do Mundial, a 40 pontos de Fernando Alonso, o australiano espera que as performances das equipes sofram altos e baixos, como as últimas três provas, vencidas por três pilotos diferentes, demonstraram.

“Não sei quem tem o carro mais rápido. Sempre há a conversa de que anão é o da Ferrari, mas você precisa do mais consistente. Nós éramos os mais rápidos em Valência, depois Fernando era o melhor até seis voltas do final em Silverstone. Depois a McLaren apareceu nas semanas seguintes. E a Lotus. Está cheio de altos e baixos.”

“Sabemos que é possível ter uma chance em Spa, mas não acho que alguém vai ter vida fácil. Esses dias acabaram.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias