Webber: "Há vários carros rápidos, mas já vimos isso antes"

Apesar da 12ª colocação nos treinos livres, australiano acredita que a Red Bull está na briga pela ponta

Webber é terceiro no mundial

Mark Webber pode ter sido apenas o 12º nos treinos livres para o GP do Canadá, mas está longe de se mostrar preocupado. O australiano, que saiu à pista com diversos sensores em sua Red Bull em ambas as sessões de treinos, se disse contente com o desempenho do carro.

“Não acho que nossas posições sejam muito representativas, mas estou confiante com o trabalho que fizemos com o carro e estou animado para amanhã. Vamos ver como a pista estará. Deve ficar cada vez mais quente. Há vários carros rápidos, mas já vimos isso em outras sextas-feiras.”

Webber só lamentou o fato de a equipe ter decidido usar os pneus supermacios ainda na primeira sessão, temendo a chuva que acabou caindo apenas após a segunda 1h30 de treinos livres. Assim, a Red Bull perdeu a chance de andar com o pneu mais rápido enquanto a pista estava mais emborrachada.

“Tivemos um clima que ficava mudando, o que obviamente não ajudou. Acabamos usando o pneu supermacio na primeira sessão, o que achávamos que seria o correto, mas não choveu tanto quanto o esperado no segundo treino. Isso comprometeu um pouco nosso programa em termos da ordem das coisas, mas ainda assim coletamos todas as informações necessárias.”

O terceiro colocado no Mundial, a três pontos do líder Fernando Alonso, foi um dos que protagonizaram breves saídas de pista, comuns em Montreal. O australiano explicou que é fácil cometer um erro nas chicanes.

 “É um circuito complicado, é muito fácil cometer erros na curva 4, curva 9 e na última também. Se você pegar a zebra de um jeito um pouquinho errado pode acabar no muro, como aconteceu com Heikki [Kovalainen]. Os pilotos não podem falar dos erros dos outros, porque poderia facilmente ser você.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias