Webber: “Não vou terminar minha carreira no meio do pelotão"

Australiano mira em melhorar as largadas para 2013 e diz não saber se caminha para sua última temporada na F-1

Melhorar as largadas e a consistência: é essa a receita de Mark Webber para lutar pelo título no ano que vem. O piloto, que chegou a ficar boa parte do campeonato de 2010 à frente do companheiro Sebastian Vettel, perdeu terreno para o alemão nos últimos dois anos, mas vê a chance de crescer em 2013 para desafiar o tricampeão mundial.

Ao TotalRace, o australiano, sexto colocado neste ano, 102 pontos atrás de Vettel, afirmou que de nada adiantou ter superado o companheiro por nove vezes em classificações. “Para o ano que vem, preciso de largadas consistentemente boas – neste ano, tivemos boas e ruins. É uma área que podemos melhorar porque, classificar-se bem e terminar a primeira volta em sétimo ou oitavo, não vai vencer o campeonato”, considera.

“Precisamos trabalhar no primeiro segundo, que está completamente fora das mãos do piloto. Tem a ver com a embreagem eletrônica. Precisamos melhorar nesta área porque esta foi minha melhor temporada em termos de ritmo. Acho que fui nove vezes mais rápido que Sebastian na classificação. Sou normalmente mais consistente que neste ano, e ainda por cima tivemos alguns problemas com o carro. Você acaba perdendo o embalo”.

Aos 36 anos, Webber não sabe dizer se a temporada de 2013 será sua última. O australiano, que estreou na F-1 em 2002, vem assinando contratos anuais com a Red Bull. “Achei que meu último ano era em 2010 e estou pilotando até hoje. Quase ganhei o campeonato e tenho vencido corridas todos os anos. Acho que, quando você vence corridas, luta por pódios e ainda está curtindo, acaba ficando. Adrian [Newey] também é um bom motivo para eu continuar competindo na F-1”.

Um coisa Webber tem claro, não pretende ir para uma equipe do meio do pelotão apenas para se manter no grid. “Não vou terminar minha carreira no meio do pelotão. Isso não vai acontecer. Quero terminar pilotando bem e acredito que posso ir melhor na próxima temporada do que na última – assim como aconteceu de 2011 para 2012”.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias