Webber: "Prefiro ter os pontos que tenho do que os de alguns dos outros"

Australiano, vice-líder do Mundial 16 pontos à frente de Vettel, ironiza possibilidade de ajudar companheiro

Mesmo vencendo o GP da Grã-Bretanha com propriedade e se mantendo 16 pontos à frente do companheiro Sebastian Vettel no Mundial de Pilotos, Mark Webber não consegue se desvencilhar da marca de segundo piloto. O australiano foi perguntado na coletiva após a corrida de Silverstone se faria jogo de equipe para ajudar o alemão.

“Acho que em Hockenheim vamos deixar Seb passar!”, ironizou Webber. “Honestamente, tentarei dar a sua pergunta algum respeito. É um campeonato para todos nós. Tivemos uma boa sequência nas primeiras provas. Obviamente, Seb teve um abandono em Valência, mas isso acontece.”

Webber já viveu episódios do tipo na Red Bull, justamente em Silverstone. Em 2010, superou o companheiro na largada para vencer de ponta a ponta e depois soltar a frase que se tornou clássica: “Nada mal para um segundo piloto”. Na ocasião, o australiano havia se sentido prejudicado pois uma asa dianteira nova havia sido retirada de seu carro para ser usada pelo alemão, já que não havia peças de reposição. Ano passado, nas voltas finais, Webber se aproximava de Vettel quando foi informado via rádio de que ambos deveriam manter as posições. Agora, o australiano espera que seja diferente.

“Conquistei duas vitórias muito especiais até agora neste ano, mesmo em que circunstâncias diferentes. Como digo, preferiria ter os pontos que tenho do que os de alguns dos outros. Não estou olhando para o terceiro, quarto, quinto. Estou mirando nesse cara do meu lado e ele está indo bem também, então precisamos continuar forçando”, afirmou, referindo-se a Alonso, líder da tabela.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias