Webber revela que seu primeiro contrato era apenas para três corridas

Australiano, que fará última corrida em Interlagos, se diz orgulhoso por ter disputado campeonato de 2010 até última prova

Doze temporadas depois do GP da Austrália de 2002, quando um piloto local estreava pela Fórmula 1 e surpreendia a todos os seus torcedores se utilizando de um grande acidente na primeira curva para dar à Minardi seus primeiros pontos desde 1999, uma jornada chega ao fim. Mark Webber fará sua última corrida na F-1 no GP do Brasil de 2013.

Falando ao site da F-1, o australiano não se arrepende de ter se aposentado. “Não. Foi ótimo, mas preciso entrar em um capítulo novo agora.”

“Chegar à Formula 1 sem dúvida foi um grande momento para mim. Eu cheguei de uma maneira bastante difícil. Por muitos e muitos anos eu estive tentando entrar aqui e finalmente cheguei, o que foi super gratificante para mim. Cheguei por mérito. Meu primeiro contrato foi de três corridas”, revelou.

Dono de nove vitórias, Webber olha para sua carreira com orgulho. “Eu não fui muito mal, e agora, 250 corridas depois [Nota: Webber fará sua 217ª corrida em Interlagos], posso dizer que eu sobrevivi. A primeira vitória é um outro grande evento. Você ganha em todas as categorias abaixo da Fórmula 1, mas depois de vencer na Fórmula 1 é uma questão totalmente diferente. E mais importante, eu ganhei no meu próprio estilo.”

O australiano reconhece que o momento mais difícil de sua carreira foi perder o título de 2010, mas ressalta que disputou o campeonato em um ano igual, não em uma temporada como a que consagrou Button como campeão. “Meus momentos mais especiais foram ganhando em Monte Carlo e Silverstone. Claro que por outro lado não ganhar o título de 2010 foi um dos momentos mais difíceis, mas a vida é assim.

“Se você atirar para as estrelas às vezes erra. Então, sim, foi muito decepcionante, mas eu ainda estou super orgulhoso de levar a luta para o título até a última corrida. E não foi um ano fácil lutar pelo título. Eu não peguei o ano fácil, não peguei um ano como o do Jenson”, afirmou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias