Webber supera Alonso no final para vencer o GP da Grã-Bretanha

compartilhar
comentários
Webber supera Alonso no final para vencer o GP da Grã-Bretanha
Por: Julianne Cerasoli
8 de jul de 2012 10:32

Vettel foi o terceiro em prova que marcou o melhor resultado de Felipe Massa desde o GP da Coreia de 2010

Mark Webber ultrapassou Fernando Alonso nas voltas finais para vencer pela segunda vez o GP da Grã-Bretanha. Sebastian Vettel completou o pódio e Felipe Massa conquistou seu melhor resultado desde o GP da Coreia de 2010, chegando em quarto. Bruno Senna, com ultrapassagem a duas voltas do final, foi o nono colocado.

As equipes e pilotos foram no escuro para a corrida, com pouca rodagem nos treinos livres com pista seca. Assim, Alonso e Hamilton foram os únicos a arriscar e largar com pneus duros entre os 10 primeiros.

Mesmo com menos aderência na largada, o espanhol se manteve na frente, seguido por Webber, Schumacher, Massa, Vettel, Maldonado, Raikkonen, Hamilton, Senna, que fez grande largada, e Perez.

Após toque, Di Resta teve um pneu furado, tentou voltar, mas foi o primeiro a abandonar. As voltas iniciais foram recheadas com disputas. Kobayashi tentou ultrapassar Hamilton e Grosjean de uma vez, mas não conseguiu se manter à frente.

Massa passou a pressionar Schumacher, mas tinha dificuldades de passar o alemão por falta de velocidade de reta. Enquanto isso, após sofrer nas primeiras voltas, Alonso passou a ser mais rápido que Webber, com o desgaste dos pneus do australiano, e escapou na ponta.

Preso atrás da briga entre Massa e Schumacher, Vettel foi o primeiro a parar, na 11ª volta. Schumacher então foi superado por Massa e conseguiu fazer duas voltas com ar livre antes de fazer sua parada, calçado com pneus duros. O alemão havia parado uma volta antes, provocando a resposta da Ferrari. Com isso, Vettel lucrou com a parada antecipada e voltou à frente de Massa e Schumacher.

Perez tentava passar Maldonado por fora e foi abalroado por Pastor. O mexicano abandonou a prova e o venezualno teve um pneu furado.


Disputa de campeões
A 5s de Alonso e perdendo tempo em relação ao espanhol, Webber fez sua parada na volta 15. O espanhol parou na volta seguinte, fazendo mais um stint com pneus duros, e logo encontrou na pista Lewis Hamilton, que adiou bastante sua primeira parada. O inglês vendeu caro a posição para o rival, que, assim, voltou à liderança e, mesmo com a briga, manteve a diferença de 5s em relação a Webber.

Com 21 voltas completadas e todos tendo feito a primeira parada, Alonso liderava, seguido por Webber, Vettel, Massa, Schumacher, Raikkonen, Hamilton, Grosjean (que havia parado logo no início da prova), Kobayashi e Hulkenberg. Bruno Senna perdeu posições após o primeiro stint e caiu para 11º.

Em uma briga entre três campeões mundiais, Raikkonen e Hamilton superaram Schumacher, que sofria com o segundo jogo de pneus.

Sete voltas depois de colocar os pneus macios, Hamilton voltou aos duros e, a 23 voltas para o final, a intenção da McLaren era a de que ele não parasse mais. A exemplo da primeira rodada de pits, Vettel foi o primeiro entre os ponteiros a fazer sua última parada. A diferença entre para Massa era de 4s2.

Logo depois, foi a vez de Webber parar. Como as Red Bull usaram o composto macio no primeiro stint, ambas foram obrigadas a colocar os duros, enquanto Alonso teria de fazer uma sequência mais curta com os macios. Na volta seguinte a parada de Webber, foi a vez de Massa fazer seu último pit.

Alonso parou na volta 37 e voltou pouco mais de 3s à frente de Webber. O espanhol voltou andando bem mais rápido que o australiano, que esperava lucrar com o desgaste dos pneus macios da Ferrari.

Após a segunda rodada de pits, com 10 voltas para o final, Alonso mantinha a ponta, agora com diferença menor em relação a Webber, seguido por Vettel, Massa, Raikkonen, Grosjean, Hamilton, Schumacher, Hulkenberg e Senna, que lucrou com erro de Kobayashi – o japonês entrou muito forte no pit e derrubou quatro de seus mecânicos.

Grosjean superou Hamilton na pista e era o piloto mais rápido, mesmo tendo sido o primeiro no top 10 a parar. Como de costume, as Lotus cresceram no final da prova. Alonso, por sua vez, após ser muito rápido no início de seu stint, passou a andar bem mais lento que Webber e a ver sua diferença diminuir vertiginosamente.

Com quatro voltas para o final, Webber conseguiu a ultrapassagem, por fora, em cima do espanhol e assumiu a ponta para vencer, pela segunda vez, o GP da Grã-Bretanha. Mesmo mais lento, Alonso conseguiu se manter à frente de Vettel, com Massa logo atrás do alemão. O brasileiro sofreu pressão de Raikkonen no final, mas o finlandês cometeu um erro.

A duas voltas para o final, Bruno Senna conseguiu grande ultrapassagem em cima de Nico Hulkenberg e conquistou a nona colocação. O alemão errou e permitiu que Jenson Button entrasse nos pontos após largar em 16º.

Confira o resultado do GP da Grã-Bretanha

1º Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) 1h25:11.288
2º Fernando Alonso (ESP/Ferrari) + 3.060
3º Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) + 4.836
4º Felipe Massa (BRA/Ferrari) + 9.519
5º Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) + 10.314
6º Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) + 17.101
7º Michael Schumacher (ALE/Mercedes) + 29.153
8º Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) + 36.463
9º Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) + 43.347
10º Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) + 44.444
11º Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) + 45.370
12º Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) + 47.856
13º Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari) + 51.241
14º Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso-Ferrari) + 53.313
15º Nico Rosberg (ALE/Mercedes) + 57.394
16º Pastor Maldonado (VEM/Williams-Renault) + 1 volta
17º Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault) + 1 volta
18º Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) + 1 volta
19º Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) + 1 volta
20º Pedro De la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) + 2 voltas
21º Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth) + 2 voltas
22º Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) abandonou
23º Paul Di Resta (ESC/Force India-Mercedes) abandonou
24º Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) abandonou
 

Próxima Fórmula 1 matéria
Koba celebra 7º lugar, enquanto Perez aposta em estratégia de prova

Previous article

Koba celebra 7º lugar, enquanto Perez aposta em estratégia de prova

Next article

Massa destaca importância do briefing para melhor compreensão das regras

Massa destaca importância do briefing para melhor compreensão das regras
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Localização Silverstone
Pilotos Mark Webber
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias