Wehrlein conta como é o drama de esperar por uma vaga na F1

Atual campeão do DTM ainda vive expectativa de ser chamado para fazer parte da Manor

Conseguir uma vaga entre as 22 disponíveis na Fórmula 1 não é uma tarefa fácil. Assim, a cada ano pilotos passam dias e até meses na expectativa de saberem se estarão em um cockpit da maior categoria do automobilismo na temporada seguinte. É o caso do alemão Pascal Wehrlein, atual campeão do DTM que é uma das opções ventiladas na Manor.

Em entrevista ao Motorsport Total, Wehrlein conta como é a sensação de ainda não saber como será a sua temporada. Ele está desde novembro esperando uma resposta da Manor, única equipe a não confirmar a dupla de pilotos até o momento. 

"O estado mantém-se inalterado. É bastante longa a espera já está arrastado. E eu pensei que isso seria uma decisão que seria tomada mais rápida...”, disse Wehrlein, que se vê prejudicado por não saber ao certo qual será o seu destino.

"Eu espero que em breve aconteça algo concreto em relação a 2016. Como um piloto, você quer se preparar da melhor forma possível para a próxima temporada", completou.

Além de Wehrlein, concorrem para a vaga Will Stevens, Alexander Rossi e Rio Haryanto. Último a ser citado, o indonésio Haryanto teria um incentivo financeiro do governo para conseguir a vaga, o que deixa o alemão mais apreensivo.

"Ela (a vaga) não está em minhas mãos, então eu tenho que levá-la da forma como ela vier. Se isso acontecer, então eu seria muito feliz em entrar para a Fórmula 1. Se não, eu não posso culpar a mim mesmo. Eu dei tudo para alcançar isso, e não poderia ter feito mais em 2015”.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Pascal Wehrlein
Tipo de artigo Últimas notícias