Whitmarsh lamenta por Button, mas se derrete por Hamilton

"Sem medo de errar, o GP da Espanha foi uma das corridas mais impressionantes que Lewis já fez", comenta dirigente

Whitmarsh e Hamilton

Chefe da equipe McLaren, Martin Whitmarsh lamentou os percalços atravessados por seus pilotos no GP da Espanha e se derreteu em elogios para Lewis Hamilton.

O dirigente primeiro falou de Button, destacando que o campeão de 2009 tem todos os motivos para ficar chateado após não conseguir se dar com o carro da McLaren em Barcelona
 
"A corrida pra gente foi unicamente de recuperação. Mesmo assim, Jenson ficou decepcionado, pois falhou com equilíbrio e aderência a tarde toda, e não se mostrou satisfeito com os dois pontos", afirma.
 
"Já Lewis, que largou em último, fez uma corrida excepcional e passando Rosberg pelo sétimo lugar no final. Mas, como Jenson, não ficou contente com os pontos, mas ele deveria ficar imensamente orgulhoso de sua performance", destaca Whitmarsh, que considerou a atuação de Lewis como impressionante e inspiradora para a equipe.
 
"Ele foi o único com uma estratégia de duas paradas e teve de andar excepcionalmente forte e rápido no tráfego a tarde toda, realizando ultrapassagens sensacionais em um circuito onde isso é notoriamente difícil. Um feito magnífico", continua.
 
"Sem medo de errar, o GP da Espanha foi uma das corridas mais impressionantes que Lewis já fez. Sua performance, combinada com a veia fabulosa de lidar com o perigo, é inspiradora para cada um dos membros da McLaren", completa.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Tipo de artigo Últimas notícias