Williams: 2018 terá luta aerodinâmica reduzida a bargeboards

Diretor técnico da equipe inglesa crê que área à frente das entradas de ar ofereça maior oportunidade para avanços neste ano

Na semana em que a maior parte das equipes planeja revelar seus carros para a temporada de 2018 da Fórmula 1, o assunto aerodinâmico entre os técnicos da categoria promete ser os bargeboards. Pelo menos é esta a aposta do diretor técnico da Williams, Paddy Lowe.

"Como sabemos, nos regulamentos de 2017 tivemos liberdade na área dos bargeboards", disse ele.

"Vimos em 2017 novos dispositivos nesse espaço, e esse processo continua. Quando você vê nosso carro de perto, entende que nós desenvolvemos o carro nesta área ainda mais. Espero ver o mesmo da nossa concorrência, porque esta área é a maior oportunidade ainda não totalmente explorada com esses regulamentos que vieram no ano passado."

A importância dos dispositivos geradores de downforce na frente das entradas de ar está sendo aumentada ainda mais neste ano devido ao fato de que a asa T e o ‘assento do macaco’, localizado logo à frente do escapamento, foram banidos.

"No ano passado, tivemos a controvérsia com as asas T e as barbatanas na tampa do motor. Todos ficaram infelizes com a aparência, então elas vieram e foram", acrescentou Lowe.

"O resultado é o que você vê agora para 2018. Temos uma barbatana, mas com uma espécie de corte. A asa T é ilegal agora, e você não pode se ajustar a isso, mas ainda temos a asa do câmbio. Nós fomos os primeiros a nos ajustar no ano passado, então é como uma asa T mais baixa.”

"Continuaremos com isso e imagino que muitos dos outros carros apresentarão uma asa nesse espaço.”

"Em uma área similar, perdemos o que se chama do asa do assento do macaco – a pequena asa que ficava atrás do escapamento. Você se lembra da era das asas sopradas, que tivemos em 2011 a 2013. Esse foi um período bom, mas foi supostamente colocado para trás de nós.”

"Curiosamente, isso ressurgiu em 2017 com uma capacidade mais baixa, mas então a asa do assento de macaco foi banida para reduzir esse efeito mais uma vez".

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14

Foto: Red Bull Content Pool

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias