Williams anuncia Russell para temporada 2019

compartilhar
comentários
Williams anuncia Russell para temporada 2019
Por: Scott Mitchell
12 de out de 2018 11:07

Britânico líder da Fórmula 2 e protegido da Mercedes fará sua estreia na F1 pelo time de Grove no próximo ano

O favorito ao título da Fórmula 2 e protegido da Mercedes, George Russell, garantiu um lugar na Fórmula 1 na Williams para a temporada de 2019.

O piloto de 20 anos assinou um "acordo de vários anos" com a equipe britânica, mas também manterá sua ligação com a Mercedes, onde Russell tem sido piloto de testes e reserva nesta temporada.

Russell está próximo de conquistar o título da Fórmula 2 em Abu Dhabi no mês que vem, depois de subir para o campeonato neste ano como o atual campeão do GP3.

"É uma grande honra juntar-me a uma equipe de prestígio e herança da Williams", disse Russell.

"Eu gostaria de agradecer a Claire e a todos na Williams por sua fé em tomar essa decisão, assim como a Toto e a equipe da Mercedes por seu apoio fantástico na GP3 e na Fórmula 2.”

"Estou muito empolgado por começar a trabalhar com todos em Grove e dar os primeiros passos como piloto de Fórmula 1".

"Eu mal posso esperar por Melbourne no ano que vem e me unir à Williams no que todos acreditamos ser o começo de uma nova jornada emocionante."

Russell testou para a Mercedes e sua equipe cliente Force India neste ano.

A vice-diretora da equipe, Claire Williams, disse que "sempre tentou promover e desenvolver jovens talentos na Williams, e George se encaixa perfeitamente nessa filosofia".

Ela acrescentou: "Ele já é altamente considerado no paddock e um piloto cuja carreira nós temos assistido por um tempo”.

"No tempo que passamos com ele até agora, acreditamos que ele será uma excelente opção para a nossa equipe. Seu compromisso, paixão e dedicação é exatamente o que precisamos para impulsionar o bom momento da Williams enquanto nos concentramos no futuro.”

"Estamos extremamente animados em dar as boas-vindas a George e trabalhar com ele no futuro."

A nomeação de Russell significa que o outro piloto da Mercedes, Esteban Ocon, provavelmente não corra na F1 no ano que vem.

A Ocon havia declarado anteriormente que a Williams era sua última opção realista, e agora deverá ser piloto reserva e de testes antes de um provável retorno ao grid em 2020.

A identidade do companheiro de equipe de Russell em 2019 é desconhecida, mas o estreante russo Sergey Sirotkin tenta seguir no time.

Outro russo, Artem Markelov, foi ligado à Williams, enquanto o piloto de reserva do time, Robert Kubica, também não perdeu a esperança de um retorno à F1.

 

Confira como está a F1 para 2019:

Equipe Pilotos
Mercedes

United Kingdom Lewis Hamilton 

Finland Valtteri Bottas 

Ferrari

Germany Sebastian Vettel 

Monaco Charles Leclerc

Red Bull

Netherlands Max Verstappen 

France Pierre Gasly 

Renault

Germany Nico Hulkenberg

Australia Daniel Ricciardo 

Haas

Denmark Kevin Magnussen 

France Romain Grosjean

Force India TBC
McLaren

Spain Carlos Sainz 

United Kingdom Lando Norris

Toro Rosso

Russian Federation Daniil Kvyat

TBC

Sauber

Finland Kimi Raikkonen

Italy Antonio Giovinazzi

Williams

United Kingdom George Russell

TBC

Próxima Fórmula 1 matéria
Renault diz que sofreu “dano colateral” na briga entre Mercedes e Ferrari

Previous article

Renault diz que sofreu “dano colateral” na briga entre Mercedes e Ferrari

Next article

Verstappen se diz contrário a classificação com Q4

Verstappen se diz contrário a classificação com Q4
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos George Russell
Equipes Williams
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias