Williams dá razão a Massa e elogia a postura do brasileiro

compartilhar
comentários
Williams dá razão a Massa e elogia a postura do brasileiro
3 de abr de 2014 12:16

Chefe Claire Williams reconhece que time não estava treinado para lidar com polêmica: "Fazia tempo que não acontecia"

A Williams acabou dando razão a Felipe Massa e assumiu o erro pela instrução para que o brasileiro deixasse Valtteri Bottas ultrapassá-lo nas voltas finais do GP da Malásia. Tanto o conteúdo da mensagem que o piloto ouviu via rádio, que remeteu a uma experiência marcante em sua carreira, quanto o próprio procedimento foram criticados pela chefe substituta, Claire Williams.

LEIA MAIS:

 “Está tudo resolvido. O que se passou na Malásia não foi a melhor coisa que poderia ter acontecido, não foi uma situação com a qual lidamos muito bem, mas o importante é que, como equipe, todos aprendemos com nossos erros muito rapidamente. Todos sentaram, analisaram os dados para que o mesmo não ocorra novamente, mudamos procedimentos e seguimos adiante”, assegurou a dirigente.

“Foi uma combinação de erros. Na Williams, sempre queremos que nossos pilotos disputem. Somos conhecidos por isso, e não por ter um piloto número 1 e outro número 2. Mas também precisamos do máximo de pontos para o campeonato de construtores. Acho que não estávamos preparados para o cenário que aconteceu naquele dia, mas agora temos os procedimentos para lidar com uma situação como aquela.”

Claire salientou que a mensagem dirigida a Massa – “Bottas está mais rápido que você” – exatamente a mesma dita ao brasileiro quando a Ferrari lhe pediu para entregar a vitória do GP da Alemanha ao então companheiro Fernando Alonso, em 2010, foi um dos erros no episódio.

“A maneira que a mensagem foi dita, até pelo histórico, não foi a adequada. Mas temos de entender que estes engenheiros trabalham sob imensa pressão e às vezes eles erram. O importante é corrigir. Não quero culpar ninguém, mas faz tempo que não temos os dois carros lutando pelos pontos e agora estamos mais preparados.”

Tendo isso em vista, a chefe disse ao TotalRace que entendeu a forma como Massa se portou diante da situação e elogiou a postura do brasileiro.
“Não me surpreendi com a reação dele. Inclusive, ele foi ótimo nas conversas abertas que tivemos depois da prova no sentido de que ‘temos um problema e precisamos resolvê-lo’. A verdade é que nós não fizemos um trabalho bom o suficiente para nossos pilotos durante o final de semana.”

Mas, afinal, como será o procedimento da Williams a partir de agora? “Podemos orientar nossos pilotos para o que for melhor do ponto de vista estratégico”, explicou Claire. “Não quero usar o termo ordens de equipe porque ele vem com muita carga negativa. Precisamos dos pontos para o campeonato de construtores e os pilotos sabem disso. Nosso objetivo é marcar o máximo e deixar nossos pilotos disputarem.”
Próxima Fórmula 1 matéria
Button não descarta superar recorde de Barrichello: "Veremos"

Previous article

Button não descarta superar recorde de Barrichello: "Veremos"

Next article

"Se a equipe me pedisse, daria a posição", confirma Bottas

"Se a equipe me pedisse, daria a posição", confirma Bottas
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias