Williams: Kubica não mostrou seu melhor em primeira seleção por vaga

compartilhar
comentários
Williams: Kubica não mostrou seu melhor em primeira seleção por vaga
Por:
23 de jan de 2019 12:27

Time lembra vestibular entre polonês e Sergey Sirotkin no fim de 2017 e crê que piloto tenha crescido durante 2018

Chefe técnico da Williams, Paddy Lowe diz que Robert Kubica não fez o suficiente para ganhar um lugar na equipe quando testou no final de 2017.

No entanto, as performances de Kubica em TL1 e testes em 2018 convenceram a equipe a contratá-lo como companheiro de equipe de George Russell para 2019.

"Nunca é tão fácil escolher pilotos em uma base técnica", disse Lowe.

"E, na verdade, se você olha muitas vezes para o que não foi escolhido em uma base técnica, é quando diretores de equipe simplesmente apontaram o dedo e decidiram que gostavam da aparência de alguém para dar o emprego.”

"Então, passamos por um processo bastante cuidadoso e, com base nisso, escolhemos Sergey. Acredito que essa foi a escolha certa. Mas, nesse processo, não acho que Robert conseguiu mostrar o seu melhor.”

"E eu acho que isso foi decepcionante para ele o ano todo, mas acho que 12 meses depois conseguimos ver, conhecê-lo melhor e ver em que ele pode contribuir e como ele pode se apresentar.”

"Então, isso também apoiou a decisão que tomamos.”

"Eu acho que, mesmo quando nós fizemos isso, a quantidade de dados é bastante limitada. Então, como em muitas coisas na vida, você faz o melhor para os dados que você tem, e então você toma uma decisão, e vê como dá certo.”

"Estamos 100% comprometidos com George e Robert, e uma vez que nos tornamos comprometidos e eles se tornam 100% parte do programa, eles trabalharão com o carro que nós veremos onde nos leva ".

Lowe está confiante de que os problemas físicos de Kubica não o atrapalharão.

"É claramente algo que tivemos que considerar na seleção, porque você não pode fingir que não é um problema, ou problema potencial. Mas agora tomamos nossa decisão e estamos confiantes de que Robert está absolutamente pronto para retornar para a F1.”

"Eu nem penso mais nisso, não é apenas um fator.”

"Robert é o nosso piloto, ele é 100% competente, ele é 100% comprometido, estamos 100% comprometidos e vamos com isso. Talvez outras pessoas de fora possam trazer isso à tona, mas não está nem mesmo em nossas mentes."

Next article
Stewart: pilotos atuais precisam “desesperadamente” de treinadores

Previous article

Stewart: pilotos atuais precisam “desesperadamente” de treinadores

Next article

McLaren apresenta conceito de Fórmula 1 futurista para 2050

McLaren apresenta conceito de Fórmula 1 futurista para 2050
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Robert Kubica
Autor Adam Cooper