Williams mira solucionar fraquezas com novidades na Espanha

Depois de um começo de temporada complicado no GP da Austrália, a Williams traçou como objetivo dar a volta por cima a partir de um grande pacote de atualizações que será instalado no FW41 a partir do GP da Espanha, em maio.

A equipe inglesa apresentou muitas dificuldades tanto nos testes de pré-temporada quanto na primeira etapa do campeonato. Lance Stroll e Sergey Sirotkin tiveram rendimento apagado em Melbourne, sendo que o canadense disse que o time, no momento, luta para “sobreviver” durante as corridas, e não para competir de fato.

A chefe da equipe, Claire Williams, espera que o GP da Espanha – prova em que tradicionalmente as equipes apresentam o primeiro grande pacote de evoluções em seus carros – seja uma boa oportunidade de recuperação.

“Qualquer ambição que nós possamos ter tido, de estar lutando entre os três primeiros, estão provavelmente um pouco longe demais de nós. Mas isso é nossa responsabilidade”, disse a dirigente, segundo o site RaceFans.

“Precisamos garantir que nós solucionemos nossas fraquezas muito rapidamente no carro que temos e que possamos trazer desenvolvimento nas próximas corridas. Temos um grande pacote de desenvolvimento para Barcelona e temos que esperar e ver onde aquilo nos deixará.”

O ano de 2018 foi a primeira vez em que a Williams deixou de pontuar na abertura de um campeonato desde que o regulamento V6 turbo híbrido foi adotado, em 2014.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias