Williams não nega que dinheiro seja importante, mas elogia Maldonado

"A verdade é que, se não tem grana, não pode correr na F-1. Mas também temos um piloto de verdade", garante Frank

Frank Williams festejou seus 70 anos em Barcelona

Frank Williams se mostrou impressionado pela calma de Pastor Maldonado, que largou na pole, brigou o tempo todo com Fernando Alonso e venceu o GP da Espanha. O inglês não negou que o dinheiro seja importante para a presença do venezuelano na equipe, mas destacou sua qualidade como piloto.

Perguntado se Maldonado só estava na equipe por dinheiro, o dirigente não titubeou. “Sim, em parte. Não nego isso. Mas se pensávamos que ele era ruim, não teria entrado no time, não importa o dinheiro que trouxesse.”

Maldonado traz à Williams mais de 90 milhões de reais por ano. Porém, para Frank, contribuir financeiramente é fundamental para qualquer piloto no grid atual.

“Ele fez um ótimo trabalho na GP2 e merece estar na equipe com ou sem o dinheiro. A verdade é que, se não tem grana, não pode correr na F-1. Mas também temos um piloto de verdade. Estou impressionado com a maneira como ele se controlou, não cometeu nenhum erro.”

O dono da Williams se disse impressionado pela calma de Maldonado, que controlou bem a corrida mesmo sofrendo a pressão de Fernando Alonso e nunca tendo tido a experiência de liderar um GP. “Quando um piloto nunca liderou e está na frente, ele tende a cometer um erro. Mas do que vi, ele nem chegou perto de fazê-lo. Ele estava calmo no rádio o tempo todo.”

“Era a primeira vez que ele liderava e, no decorrer da corrida, você fica mais pressionado a não pensar no pódio, no que sua mãe vai dizer, no prêmio em dinheiro. Então pensa: ‘não bata, não cometa erros, freie um pouco antes, e cuide-se’. É isso que tem de fazer e é o que fez.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pilotos Pastor Maldonado
Tipo de artigo Últimas notícias