Williams: “Sirotkin era o melhor piloto disponível para nós”

Paddy Lowe fala em “investimento para o futuro” e mostra confiança de que russo irá render imediatamente bem na F1 em 2018

Diretor técnico da Williams, Paddy Lowe afirmou que Sergey Sirotkin era “o melhor piloto disponível” para a vaga que estava aberta ao lado de Lance Stroll para a temporada de 2018 da F1.

Ex-reserva da Renault, o russo, que está levando consigo um pacote financeiro de cerca de £15 milhões (R$ 66 milhões na cotação atual), despontou como o favorito para substituir Felipe Massa na equipe logo após um teste realizado em Abu Dhabi.

Robert Kubica, Paul di Resta, Daniil Kvyat e Pascal Wehrlein estavam entre os candidatos para assumir a vaga.

“O escolhemos por ser o melhor piloto disponível para nós, e pronto”, disse Lowe ao Motorsport.com.

“Estamos confiantes de que ele será muito rápido, muito consistente, muito calmo em seu trabalho – e acho que essas qualidades irão fazê-lo ir muito bem neste campeonato.”

Sirotkin e Stroll formarão uma das duplas com menos experiência no grid, sendo que apenas a dupla da Toro Rosso possui menos GPs somados.

Contudo, Lowe rejeitou a possibilidade de que a escolha da Williams tenha sido uma aposta.

“Eu não descreveria como uma aposta. Entendemos que há algumas desvantagens. Acho que, para Sergey, há uma curva de aprendizagem neste primeiro ano, especialmente nos circuitos em que ele nunca esteve antes.”

“Mas, você sabe, suas performances falam por si só.”

Ele acrescentou: “Ao mesmo tempo, estamos investindo. Uma das vantagens de ter um piloto jovem é que, se ele é um ótimo piloto, você está investindo em um futuro em longo prazo e no sucesso que isso pode dar a ele e à equipe.”

“Então, preferimos ver que, em Sergey, encontramos uma estrela em ascensão, e esperamos trabalhar com ele em longo prazo e desfrutar do sucesso juntos.”

Stroll e o outro estreante em 2017, Stoffel Vandoorne, tiveram dificuldades diante de seus veteranos parceiros de equipe durante as primeiras etapas da temporada passada. Contudo, Lowe acredita que não há razões para crer que Sirotkin terá um começo difícil.

“Não queremos criar muita expectativa, mas estamos confiantes que Sergey irá guiar bem. Ele se mostrou capaz de fazer isso, seja em nosso carro ou em outras categorias no passado.”

“Quero dizer, ele foi o melhor estreante em sua primeira temporada na F2 [GP2, em 2015] ao chegar em terceiro. Aquele foi o melhor resultado de um novato no ano. Acho que isso é um bom exemplo do que ele é capaz de fazer.”

Lowe admitiu que ser um novato na F1 de hoje “certamente não é mais fácil” do que era no passado, mas acredita que Sirotkin irá se adaptar rapidamente.

“Os pneus são mais difíceis, e esses carros estão rendendo em níveis de pico nunca vistos no esporte, então isso representa um desafio a mais.”

“Mas, ao mesmo tempo, vimos o que Sergey pode fazer quando o colocamos no carro em Abu Dhabi. Esses fatores não o atrapalharam de forma alguma, então estamos confiantes de que ele fará um ótimo trabalho.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sergey Sirotkin
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias