Williams terá “mudanças substancias” para 2018, diz Lowe

compartilhar
comentários
Williams terá “mudanças substancias” para 2018, diz Lowe
Por: Lawrence Barretto
Traduzido por: Daniel Betting
29 de ago de 2017 12:47

Diretor técnico da equipe afirma que carros passarão por modificações na filosofia

Lance Stroll, Williams FW40
Lance Stroll, Williams FW40
Lance Stroll, Williams FW40
Felipe Massa, Williams FW40
Felipe Massa, Williams
Lance Stroll, Williams FW40, Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR12
Guy Martin joins the Williams F1 pit crew during the race in the position of left rear off

A equipe Williams Fórmula 1 estará preparando "mudanças bastante substanciais" para as áreas-chave da filosofia de seu carro para a próxima temporada, de acordo com o diretor técnico da equipe, Paddy Lowe.

A Williams é atualmente o quinto no campeonato de construtores com 45 pontos, mas está bloqueada em uma estreita batalha com Toro Rosso, Haas e Renault, com apenas 11 pontos separando as quatro equipes.

"Vamos fazer mudanças bastante substanciais", disse Lowe, que se juntou ao time da Mercedes antes desta temporada. "Há muitas coisas diferentes que faremos e estamos bem nesse momento. Haverá algumas áreas em que mudaremos a filosofia".

Felipe Massa disse que Williams está ficando para trás na corrida de desenvolvimento, depois que seus dois carros não conseguiram progredir a partir do Q1 para o GP da Bélgica.

Perguntado se concordou com essa avaliação, Lowe disse: "Isso sempre é possível. É difícil concluir qualquer coisa em uma única corrida, pois há muita variação de circuito para circuito. Nós temos que olhar para as tendências. Estamos lutando muito nesse grupo do meio. Nós não criamos nenhuma distância à frente, mas, se alguma coisa, nós nos encaixamos bem nos últimos meses. Precisamos entender se é algo em que estamos fazendo errado.”

Lowe disse que a Williams, que acredita ter o sexto maior orçamento das dez equipes, estava trabalhando arduamente para aproveitar ao máximo seus recursos, mas admitiu que a equipe poderia ser mais eficiente.

"Precisamos melhorar em todos os tipos de áreas, essa é a natureza da competição. É sobre superar as outras equipes em todas as áreas importantes. Temos um conjunto de recursos e é nosso trabalho fazer o melhor que podemos com esses recursos. Trata-se de eficiência. Podemos ser muito mais eficientes do que estamos no momento.”

"À medida que alcançarmos mais sucesso, isso atrairá mais recursos para melhorar ainda mais. Essa é a fórmula do desenvolvimento dos GPs".

Próxima Fórmula 1 matéria
Sauber: dúvida da McLaren resultou em rompimento com Honda

Previous article

Sauber: dúvida da McLaren resultou em rompimento com Honda

Next article

Confira trecho do 3º episódio do Especial Família Piquet

Confira trecho do 3º episódio do Especial Família Piquet

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Williams
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias