Wolff: corrida mostrou que F1 “está viva” na Alemanha

compartilhar
comentários
Wolff: corrida mostrou que F1 “está viva” na Alemanha
25 de jul de 2018 19:55

Chefe da Mercedes na F1, Toto Wolff considera que a edição de 2018 do GP da Alemanha mostrou que a categoria ainda “está viva” no país, já que, segundo sua argumentação, a prova foi um sucesso maior do que em relação às visitas anteriores ao local.

Toto Wolff, Mercedes AMG F1 Director of Motorsport Mark
Start action, Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, leads Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H, Max Verstappen, Red Bull Racing RB14
Fans

De acordo com os promotores da prova, o fim de semana levou cerca de 160 mil torcedores à pista. Isso apresenta um contraste em relação ao visto em 2016, que tinha sido a última visita da F1 a Hockenheim, em atividades marcadas por grandes espaços vazios nas arquibancadas – mesmo com um alemão ainda no páreo do título, com Nico Rosberg.

“Obviamente, pudemos ver quantas pessoas compareceram. Foi uma absoluta casa cheia, com muitas arquibancadas preenchidas. A F1 está viva na Alemanha e estou feliz em ver isso, porque isso não ficou muito claro nos últimos eventos aqui”, disse Wolff.

“Depois de não ter um evento no ano passado, as pessoas vieram e viram um grande espetáculo. Então, espero que isso continue, que o promotor, o governo e o Liberty encontrem uma solução para manter o GP da Alemanha.”

Apesar disso, o circuito de Hockenheim deverá ficar de fora do calendário do ano que vem.

Próxima Fórmula 1 matéria
Ricciardo prefere GPs de F1 com apenas sábado e domingo

Previous article

Ricciardo prefere GPs de F1 com apenas sábado e domingo

Next article

Alonso: “Não há tempo de respirar em Hungaroring”

Alonso: “Não há tempo de respirar em Hungaroring”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias