Wolff diz “entender totalmente” tática da Ferrari na Espanha

Chefe da Mercedes acredita que equipe italiana quis repetir estratégia usada pela Red Bull na China ao abrir mão de posição na pista para poder ter pneus mais novos

Chefe da Mercedes na F1, Toto Wolff afirmou que “entende totalmente” a decisão controversa da Ferrari em mudar a estratégia de Sebastian Vettel para duas paradas durante o GP da Espanha.

Vettel havia conseguido superar Valtteri Bottas, da Mercedes, pelo segundo lugar pouco depois da largada e parecia caminhar rumo à posição. Contudo, ele fez um segundo pitstop durante o safety car virtual, e como nenhum de seus rivais fez o mesmo, ele caiu para quarto, sem conseguir superar Max Verstappen pelo lugar final no pódio.

Wolff, cujos carros fizeram uma única parada e obtiveram uma dobradinha, afirmou após a prova que a tática de Vettel não foi uma surpresa.

Ele considerou que a Ferrari estava tentando seguir o exemplo da Red Bull no GP da China e disse que sua própria equipe chegou a considerar a estratégia – mas deixou de lado também pelo fato de Lewis Hamilton ter enfrentado dificuldades para passar Verstappen na corrida. 

“É sempre uma decisão muito difícil de tomar”, disse. “Já tivemos isso no passado. Em Xangai, foi como trocar a posição na pista por pneus novos.”

“E discutimos isso novamente, e, baseado na experiência de dificuldades para tentar ultrapassar Max, ficou claro que a posição de pista era mais importante.”

“A Ferrari fez o oposto. Vimos que isso deu certo para [Daniel] Ricciardo e Verstappen em Xangai, e acho que era isso que eles [Ferrari] estavam pensando.”

“São sempre decisões difíceis de tomar. Entendo totalmente por que eles fizeram isso.”

Reportagem adicional de Stuart Codling e Scott Mitchell

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pista Circuit de Barcelona-Catalunya
Pilotos Sebastian Vettel , Valtteri Bottas
Equipes Ferrari , Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias