Wolff diz não ter perdido confiança em Bottas, mas vê Ocon como "fator"

compartilhar
comentários
Wolff diz não ter perdido confiança em Bottas, mas vê Ocon como
19 de dez de 2018 14:03

Para chefe da Mercedes, Bottas segue sendo opção para 2020, mas precisará ter bom desempenho na próxima temporada

Valtteri Bottas, piloto da equipe Mercedes, vai precisar mostrar resultados em 2019 se quiser segurar sua vaga no time pentacampeão de F1. Isso porque o jovem e talentoso francês Esteban Ocon estará nos arredores durante toda a próxima temporada, como piloto reserva da equipe de Toto Wolff.

Em entrevista à ESPN, o chefe da equipe alemã comentou sobre a possibilidade de Ocon correr em 2020.

"Claro, Esteban é um fator para nós no futuro", declarou Wolff.

 "Temos opções para Esteban para 2020, é claro que ele também pode ser uma opção para a Mercedes - depende de como a temporada se desenrolar e como Valtteri vai”, completou.

A pressão surgiu depois que Bottas teve uma queda de desempenho no seu segundo ano na escuderia alemã. Em 2017, seu ano de estreia na Mercedes, ele terminou em terceiro no campeonato, com 305 pontos, três vitórias e 13 pódios. Já em 2018, o piloto finlandês terminou em quinto com 247 pontos, subindo ao pódio apenas oito vezes.

No entanto, Toto Wolff acredita no progresso do piloto e, apesar dos resultados decrescentes, afirma não ter perdido a confiança.

"Ainda assim, não perdemos a nossa confiança em Valtteri. Estamos 100% atrás dele, porque existe a confiança em nossos pilotos. Se não estivéssemos atrás dele, poderíamos fazer a mudança agora, mas nós não fizemos”, disse.

Para Wolff, desempenhar um papel de apoio ao companheiro Lewis Hamilton na disputa de título com Sebastian Vettel durante a temporada justifica a falta de vitórias do finlandês.

"Acho que para qualquer piloto é muito difícil superar uma situação em que você precisa apoiar seu companheiro de equipe em um campeonato de pilotos", disse.

 "Eu acho que é normal: você está tirando a motivação mais importante de um piloto de corrida, que é ser capaz de competir por um campeonato mundial. E eu acho que nós vimos esse efeito em Valtteri no ano passado depois de Spa e neste ano depois de Monza, e ele sabe disso.”

O chefe da Mercedes está convencido quanto à capacidade de melhora de Bottas e afirma que “enquanto ele estiver na disputa pelo campeonato, ele vai pilotar em um nível muito alto - isso é o mais importante”.

Next article
Albon se inspira em Rossi para escolha de número permanente da F1

Previous article

Albon se inspira em Rossi para escolha de número permanente da F1

Next article

Diretor da Williams: Stroll chegou à F1 “cedo demais”

Diretor da Williams: Stroll chegou à F1 “cedo demais”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1