Wolff diz que Williams é única opção para Wehrlein em 2018

Responsável por gerenciar a carreira do piloto confirma que situação do alemão é bastante delicada para o ano que vem

Pascal Werhlein vive momento delicado para a definição de seu futuro na F1. Toto Wolff, diretor esportivo da Mercedes e responsável por gerenciar a carreira do piloto, afirmou que a Williams é a única opção que resta para o alemão de olho na temporada de 2018.

Isso, portanto, praticamente descarta Wehrlein na Sauber, equipe que atualmente defende. Entende-se que Marcus Ericsson é favorito a permanecer, sendo que a outra vaga é visada por Charles Leclerc, protegido da Ferrari e recém-coroado campeão da F2.

De acordo com a revista alemã Auto Motor und Sport, Wolff afirmou que só resta uma única opção para seu pupilo, embora ela ainda não pareça muito alcançável.

“A Williams é a única opção que permanece. Eles estão considerando vários pilotos”, disse o dirigente.

Wolff reconheceu que a influência da Mercedes na decisão não é determinante. “Não podemos fazer mais do que já estamos fazendo De qualquer forma, chega a hora em que um piloto precisa caminhar com suas próprias pernas.”

Paddy Lowe, diretor técnico da Williams, recentemente confirmou que Wehrlein está entre os candidatos à vaga no time em 2018. Porém, a publicação alemã cita que o piloto corre por fora na disputa, que conta com três candidatos principais: Felipe Massa, Robert Kubica e Paul di Resta. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias