Wolff: Mercedes não pode achar que é a mais rápida agora

Equipe diz que não quer "tomar uma bofetada" ao pensar que agora tem o carro mais rápido da Fórmula 1

Lewis Hamilton esteve brilhante em Silverstone e liderou a dobradinha da Mercedes, mesmo com Valtteri Bottas tendo que largar da nona posição, após tomar uma punição pela troca de câmbio.

Mas apesar da Mercedes ter vencido três das últimas quatro corridas, tendo perdido em Baku por causa do dispositivo de cabeça solto de Hamilton, as indicações são de que a equipe já desencadeou todo o potencial do carro.

Mas Toto Wolff quer conter a empolgação até depois da próxima corrida, na Hungria, antes de chegar a qualquer conclusão sobre se sua equipe agora tem vantagem sobre a Ferrari.

"Eu gostaria de sentir isso, mas no momento em que você diz isso, você vai para a próxima corrida e sente como se estivesse tomando uma bofetada ", disse Wolff, quando perguntado pelo Motorsport.com se ele acreditava que a Mercedes agora tinha o carro mais rápido.

"É complicado, nem sempre nosso carro é fácil de configurar. Foi um grande esforço da equipe em combinação com os pneus."

"Mas eu gostaria de ver como o carro funciona em Budapeste, com uma pista de baixa velocidade e alta temperatura e então eu conseguirei ter uma imagem mais completa."

Hamilton, que diminuiu para um ponto a vantagem de Sebastian Vettel no campeonato, ainda suspeita que o desempenho entre as duas equipes ainda é muito próximo.

"Há prós e contras entre as duas equipes em termos de desempenho", disse ele. "Alguns fins de semana eles estão um pouco à nossa frente e outros não, então acho que depende da pista."

"Ainda assim, no momento, eles estão mais fortes. É por isso que ainda estão um ponto à nossa frente. Mas, coletivamente, como equipe, lideramos o campeonato de construtores, então acho que ganhamos pontos."

"Neste fim de semana conseguimos explorar o desempenho do nosso carro completamente, mais do que qualquer outra corrida que fizemos neste ano."

"Foi uma ótima exibição, nos coloca em uma boa posição e nos dá uma forte plataforma para começar a segunda metade da temporada."

"Este carro tem sido um pouco mais complicado de se acostumar e conseguir o setup correto", explicou.

"Mesmo quando não começamos bem alguns dos fins de semana, ainda não conseguimos colocar o carro em uma janela perfeita e não aproveitamos sua performance no início do ano. Mas acho que a Ferrari realmente atingiu a cabeça do prego desde o início. O carro deles funciona em todos os lugares."

"Mas com muito trabalho, muita análise, começamos a avançar, particularmente nas duas últimas corridas, ou três. Começamos imediatamente com o pé direito. É ótimo que aconteceu tão cedo, no meio da temporada."

"O ritmo de classificação parecia muito forte e hoje nosso ritmo de corrida foi muito maior do que o das Ferraris, provavelmente pela primeira vez nesta temporada. Isso é realmente bom de se ver, particularmente porque acho que eles vieram com uma atualização."

Por Jonathan Noble

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias