Wolff nega que Mercedes ceda motores diferentes a clientes

Chefe do time alemão insiste que Williams e Force India tenham as mesmas condições operacionais que a equipe de fábrica

Em janeiro, a FIA enviou uma diretiva técnica para todas as equipes de Fórmula 1, reforçando o requisito existente para que os fornecedores de motores forneçam hardwares idênticos para seus clientes, insistindo que todos os carros também tenham o mesmo software e as mesmas condições operacionais.

As equipes clientes agora também precisam receber especificações idênticas de combustível e óleo, assim como os carros de fábrica, a menos que tenham optado por escolher um fornecedor diferente por razões comerciais.

Vozes do paddock sugerem que o aviso da FIA visava mais a Mercedes do que a Renault ou a Ferrari, com o chefe da Red Bull, Christian Horner, pedindo aos meios de comunicação que "perguntem a Claire Williams" de onde veio o impulso para esta repressão.

No entanto, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, é inflexível com o fato de que nem Williams e Force India reclamaram sobre o assunto.

"Eu não acho que nenhum dos nossos clientes esteja querendo isso", disse Wolff ao Motorsport.com.

"Não é relevante para nós, porque com as regras que estão em vigor já há um tempo, você deve fornecer aos clientes os mesmos hardware e software da unidade de energia, e sempre fizemos isso."

Wolff insiste que Force India e Williams sempre tiveram as mesmas condições operacionais que o time de fábrica, como o acesso a modos especiais de qualificação.

"Modos idênticos para os clientes e para nós. Nunca houve diferença. Eles têm o mesmo limite de milhagem que a equipe de fábrica, não há diferença alguma.”

"É por isso que não temos nenhum problema com isso. Se houver suspeita de outros, certamente não é nada que vá ter alguma consequência para nós.”

"Temos a crença de que a partilha dos modos do motor entre os seis carros desencadeiam uma curva de aprendizado maior para nós. Muito melhor do que ter diferentes especificações do motor entre os clientes e a equipe de fábrica."

Wolff também insistiu que os clientes nunca estão um passo atrás nas especificações de combustível da Petronas.

"Não, nunca. É a mesma filosofia. Todos nós estamos usando os mesmos combustíveis, porque estamos calibrando nossos motores com uma especificação de combustível".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Mercedes , Force India , Williams
Tipo de artigo Últimas notícias