Wolff: "ponto alto da carreira foi ficar a 0,2s de Massa"

compartilhar
comentários
Wolff:
4 de nov de 2015 17:52

A piloto de desenvolvimento da Williams anunciou aposentadoria

Susie Wolff, Williams Development Driver with the fans
Susie Wolff, Williams
Susie Wolff, piloto de desenvolvimento da Williams
Susie Wolff, piloto de desenvolvimento Williams FW37
Susie Wolff, piloto de desenvolvimento da Williams FW37
(E para a D): Susie Wolff, Williams piloto de desenvolvimento vom seu marido Toto Wolff, Mercedes AMG F1 sócio e diretor executivo

Aos 32 anos, Susie Wolff anunciou a sua aposentadoria das pistas, nesta quarta-feira (4), em comunicado. Em sua carreira, acumulou 7 temporadas pela DTM e desde 2012 trabalhava como piloto de desenvolvimento da Williams. Ela chegou a participar de quatro treinos livres, sendo a primeira mulher a participar de um final de semana na F1 desde Giovanna Amati, em 1992.

Em entrevista para a rede Sky Sports, ela detalhou o que considera os seus principais momentos na carreira. Para a escocesa, fazer voltas próximas ao tempo de Felipe Massa é o fato que a deixou mais orgulhosa durante os últimos anos.

"Eu nunca esquecerei da última vez que guiei um carro de F1, foi uma experiência inacreditável. Eu acho que foi em Hockenheim, a primeira vez que eu participei ativamente de um treino livre, já que na minha estreia, em Silverstone, meu motor estourou e ninguém conseguiu ver do que eu era capaz. Mas em Hockenheim eu terminei a apenas 0,2s de Felipe (Massa), um dos pilotos mais rápidos do grid. Isso é uma coisa que eu sempre olho para trás com um sorriso", disse Susie.

Desapontada por não ter recebido chances de guiar a Williams, ela disse que não pensa que o fato de ser mulher tenha fechado portas. Para ela, a F1 é difícil para todos.

"O ambiente da F1 é muito duro, muito competitivo, e não é especialmente difícil para mim por ser uma mulher. É competitivo para todos os pilotos, pois há raras oportunidades e muitos candidatos lutando pela mesma chance", disse.

Apesar de não detalhar seus planos para o futuro, Susie disse que quer ajudar a próxima geração de mulheres a se tornarem grandes pilotos.

"Quero lançar uma iniciativa junto ao órgão regulador do automobilismo no Reino Unido. Quero mostrar para as pessoas que o automobilismo é acessível, não é apenas um esporte para meninos. Quero participar de eventos e ir a escolas", afirmou.

Próxima Fórmula 1 matéria
Para preservar marca, Renault pode manter nome Lotus em 2016

Previous article

Para preservar marca, Renault pode manter nome Lotus em 2016

Next article

Todt sugere teto para descartar ideia de motor padrão

Todt sugere teto para descartar ideia de motor padrão
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Susie Wolff
Tipo de matéria Últimas notícias