Zanardi: manobra em Laguna Seca seria punida na F1 de hoje

Bicampeão da CART diz que ultrapassagem antológica feita sobre Bryan Herta em 1996 acarretaria punição nos dias atuais

Dono de uma carreira invejável nos EUA, com dois títulos na CART em 1997 e 1998 mas apenas um ponto na Fórmula 1 em 41 GPs disputados, o italiano Alessandro Zanardi criticou o atual excesso de regras nas disputas de posições na F1.

Em entrevista ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport, Zanardi acredita que uma ultrapassagem como a que fez em Bryan Herta para vencer a última corrida da temporada da Indy em 1996 – em Laguna Seca e no famoso Saca-rolha – não seja possível na F1 de hoje.

"A Fórmula 1 hoje? Um pouco chata. As estrelas de hoje são os comissários", disse Zanardi.

"As pessoas se lembram de mim pela ultrapassagem no Saca-rolha em Laguna Seca em 1996. Hoje, uma manobra como essa seria impossível na F1. O piloto seria imediatamente punido pelo diretor de prova."

Zanardi, que perdeu as duas pernas em um acidente em 2001, em uma corrida de CART, disse que na década de 1990 os pilotos eram mais exigidos.

"As regras mudaram e os carros também. Nos anos 1990, os pneus e a potência testavam a habilidade dos pilotos. Os pilotos da minha geração eram artistas ao volante", disse ele.

"Hoje existem muitos pilotos talentosos, mas eles são muito castigados por qualquer manobra que tentam e por isso raramente arriscam porque temem receber penalizações. Eles perderam a vontade de assumir riscos. Como resultado, o espetáculo sofre."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1 , IndyCar
Pilotos Alex Zanardi
Tipo de artigo Últimas notícias