Zona da asa móvel será mais curta para o GP do Japão deste ano

Pequena redução de 20 metros não deverá fazer muita diferença e impossibilitar ultrapassagens na reta do circuito de Suzuka

A Federação Internacional de Automobilismo determinou que a zona de ativação da asa móvel no Grande Prêmio do Japão será no mesmo lugar da do ano passado (reta de largada/chegada), porém com sua área de uso diminuída em 20 metros.

Assim como no ano passado, o ponto de detecção da DRS na corrida será 50 metros antes da Chicane Cassio, a última do circuito. Nos treinos livres e no classificatório, o uso da asa móvel é liberado desde que a pista esteja seca.

Na corrida, poderão se valer do sistema os pilotos que estiverem a menos de um segundo do carro da frente na linha de detecção. A DRS só estará liberada a partir da terceira volta da prova ou da relargada.

O GP do Japão acontece neste fim de semana. A largada da corrida será às 3h de domingo.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Tipo de artigo Últimas notícias