Merhi se defende de desclassificações: “não houve negligência”

Piloto da equipe Manor na F1, espanhol crê que punição imposta por acidente na Áustria na Fórmula Renault 3.5 foi “excessiva”

Fazendo a Fórmula Renault 3.5 paralelamente à Fórmula 1 em 2015, já que seu acordo com a equipe Manor não compreende a temporada completa e está sendo renovado de tempos em tempos, Roberto Merhi se envolveu neste domingo em um forte acidente na corrida 1 da categoria na Áustria.

O piloto havia finalizado a prova no quarto lugar, no entanto parou o carro para comemorar com seu time e acabou sendo acertado pelo canadense Nicholas Latifi. O piloto da Arden acabou passando por cima do carro de Merhi e capotando perigosamente, até parar na grama do outro lado do pit wall. (ASSITA AO VÍDEO)

Com o acidente, o espanhol da equipe Pons não só perdeu seu quarto lugar na primeira corrida como também não pôde tomar parte na segunda prova após ser excluído. Merhi não concordou com a medida da direção de provas.

"Gostaria de dizer que achei a sanção que foi imposta a mim excessiva”, disse.

“Isso me impediu de lutar pela vitória na segunda corrida, na qual iniciaria na segundo posição no grid.”

"Se virem o incidente no vídeo, é muito claro que quando eu paro, estou indo para o pitwall. Os outros pilotos vêm muito atrás e estão do outro lado da pista.”

"Não houve nenhuma negligência que justifique a punição. Tudo foi completamente aleatório, e realmente o desenrolar dos acontecimentos foi muito infeliz."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula V8 3.5
Pilotos Roberto Merhi
Equipes Pons Racing , Manor Racing
Tipo de artigo Últimas notícias