GP de Macau quer manter atuais F3 após acidente de Floersch

compartilhar
comentários
GP de Macau quer manter atuais F3 após acidente de Floersch
Por: Marcus Simmons
5 de dez de 2018 13:48

O GP de Macau está inclinado a permanecer com os atuais carros da F3 após o acidente de Sophia Floersch na edição de 2018 da prova, no mês passado.

A organizadora da corrida, a AAMC, está preocupada com os carros de 2019, que competirão na FIA F3, o que poderia aumentar demais as velocidades no circuito de Guia.

Enquanto a geração de 2012-2018 produzem 240 cv e atingem 270 km/h, espera-se que os novos carros, de 380 cv, cheguem aos 300 km/h.

O modelo de 2018 pesa 580 kg, e o carro futuro, que terá um motor maior, deverá ser consideravelmente mais pesado.

Além disso, a homologação do circuito de Macau, que é Grau 3, significa que a relação entre peso e potência deve ser, no máximo, 2 para 1.

Com 380 cv, os novos F3 teriam de pesar no mínimo 760 kg, o que seria mais do que um F2 (que pesa 750 kg).

O Motorsport.com entende que a organização da prova não queria fazer as mudanças necessárias no circuito para adquirir a homologação Grau 2.

Em reunião, sugeriu-se um temor de que o aumento de peso e velocidade dos novos F3 poderiam trazer consequências mais sérias a acidentes como o de Floersch.

Os carros da nova FIA F3 estariam livres para competir em Macau, já que o chefe da categoria, Bruno Michel, disse às equipes que o campeonato terminaria no fim de semana do GP da Rússia, entre 28 e 29 de setembro.

Entende-se que o governo de Macau, que aprova o programa da AAMC, está disposta a seguir trabalhando com a FIA, o que favoreceria os novos F3. Então, é provável que haja um período de negociação entre as partes.

Os carros de 2018 da F3, que serão homologados pela FIA até o fim de 2019, continuarão a competir na próxima temporada em três campeonatos distintos, o que não deve ser um problema para encher o grid em Macau com estes carros.

O DTM terá o apoio da Fórmula European Masters, que é sucessora direta da atual F3 Europeia; há também a Eurofórmula Open, além da F3 Japonesa.

Next article
Alemã que se acidentou em Macau encontra Ricciardo na volta para casa

Previous article

Alemã que se acidentou em Macau encontra Ricciardo na volta para casa

Next article

FIA revisa sistema de pontos para obtenção de superlicença

FIA revisa sistema de pontos para obtenção de superlicença
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria F3 , GP3
Evento Macau GP
Autor Marcus Simmons