Bird domina GP2 em Mônaco; Nasr fica a 0s2 do pódio

Johnny Cecotto foi banido da segunda prova da GP2 em Mônaco após causar acidente com mais de 10 carros na largada

O britânico Sam Bird sobreviveu a um salve-se quem puder na largada e acertou na estratégia dos pneus para vencer a primeira corrida da GP2 em Mônaco, uma das poucas atividades de pista no Principado nesta sexta-feira. Kevin Ceccon e Mitch Evans completaram o pódio, com o brasileiro Felipe Nasr, que largou em nono, na quarta colocação.

Saindo da pole, Johnny Cecotto teve uma má largada, sendo superado pelo companheiro Evans e causando um grande acidente, ao perder a freada da Saint Devote. Sem espaço, os carros começaram a bater um na traseira do outro, em uma batida envolvendo mais de dez carros.

Considerado culpado, o venezuelano acabou sendo banido da segunda prova. O piloto já fora suspenso da classificação na Malásia após colisão com Bird e foi duramente criticado via twitter após a prova monegasca por Jolyon Palmer, companheiro de Nasr na Carlin. "Fui tirado da corrida na primeira curva por alguns idiotas. Logo vai ser melhor largar do pitlane do que duas filas perto de Cecotto." 

Um deles era o de Bird, atingido na traseira por Ceccon. Porém, como a prova teve bandeira vermelha, o britânico pôde trocar sua asa traseira. Na relargada, surgiu em segundo, atrás de Evans e à frente do próprio Ceccon, Nasr, James Calado e Stéphane Richelmi.

Com pneus macios, Bird começou a pressionar Evans pela liderança. As primeiras paradas começaram na volta 7, com Stefano Coletti. Calado entrou duas voltas depois e Nasr também respondeu, entrando na 10. Na ponta, Evans e Bird escapavam e era claro que o britânico esperava o rival parar para poder mostrar seu ritmo, o que aconteceu na volta 13.

Fazendo três voltas em ritmo de classificação, Bird conseguiu parar e voltar na liderança. Com um ritmo alucinante, abriu 22s para Ceccon, que ficou à frente de uma dura batalha pelo terceiro colocado, entre Evans e Nasr. Mais uma vez, o brasileiro cruzou a linha de chegada a poucos décimos do rival, 0s2, com Calado em quinto.

A aposta do líder do campeonato, Coletti, de antecipar sua parada, não funcionou e o monegasco perdeu rendimento no final, caindo para sexto. Com o resultado, Bird subiu para a terceira colocação na tabela, com 58 pontos, atrás do próprio Coletti, com 103, e de Nasr, que soma 88.

A segunda corrida da GP2 acontece no sábado, a partir das 11h10 pelo horário de Brasília.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias FIA F2
Tipo de artigo Últimas notícias