Com manobra agressiva, Evans vence em Silverstone; Nasr é apenas sétimo

Brasileiro teve problemas em sua parada de box graças a um erro da equipe Carlin; Palmer é o segundo e amplia liderança

O neozelandês Mitch Evans conquistou neste sábado sua primeira vitória na GP2. Competidor deste o ano passado, o piloto da equipe Russian Time se aproveitou da quebra do pole position Raffaele Marciello e foi bastante agressivo em uma ultrapassagem sobre Jolyon Palmer, jogando-o fora da pista na curva sete, para vencer a corrida.

Palmer tentou vender caro a posição, que havia conseguido de Evans no início da prova após boa ultrapassagem na curva quatro. Mesmo saindo da pista, o britânico chegou em um importante segundo lugar, que faz sua vantagem no campeonato aumentar de 33 para 45 pontos para o brasileiro Nasr.

Felipe Nasr vinha em terceiro com certa tranquilidade, quando foi para os pits e a equipe Carlin errou na colocação do pneu dianteiro esquerdo. Com isso, o brasileiro caiu para nono após a parada, indo para sétimo após passar De Jong e Richelmi.

Completaram os dez primeiros Vandoorne em terceiro, Julian Leal e Stefano Coletti – que protagonizaram grande luta no fim pelo quarto -, e Cecotto em sexto. Richelmi, Sorensen e Abt fecharam a zona de pontos.

Na partida, Marciello manteve a pole position. Palmer saiu mal, graças à presença de água do lado par do grid, mas conseguiu se recuperar, perdendo apenas um lugar. Nasr também teve a partida comprometida, mas se recuperou e ganhou as posições de Leal e Vandoorne na primeira volta. Os primeiros cinco eram Marciello, Evans, Palmer, Nasr e Vandoorne. De quarto Leal caiu para oitavo.

Na volta quatro Palmer fez grande ultrapassagem em cima de Mitch Evans e reassumiu o segundo lugar. O britânico fez a volta mais rápida da prova logo em seguida, e reduziu a diferença para Marciello para 1.2s.

Na volta nove, o italiano da Racing Engineering, já bastante pressionado por Palmer, foi para os pits. O piloto voltou no meio do tráfego, e enquanto fazia ultrapassagens, foi deixado na mão por um problema mecânico, abandonando a corrida.

Com isso, ainda sem parar, Palmer liderava com Evans sempre entre 1.0s e 1.5s atrás. Felipe Nasr não conseguia acompanhar o ritmo dos dois, e ficava mais de 12s atrás. Vandoorne e Coletti vinham próximos do brasileiro. Palmer fez sua parada a dez voltas do fim, quando Vandoorne logo atrás. Evans parou na volta seguinte e voltou próximo do britânico e foi rápido e agressivo em tomar a primeira posição, jogando Palmer para fora da pista na saída da curva sete.

Felipe Nasr teve problemas em seu pit stop com o pneu dianteiro esquerdo, e acabou voltando à pista em nono lugar depois de ter entrado em terceiro nos pits. O piloto ainda passou Richelmi e foi para sétimo com a parada de De Jong.

A corrida 2 acontece às 5h20 deste domingo.

Confira o resultado:

1. Mitch Evans Russian Time 50:56.307s (29 voltas) 
2. Jolyon Palmer DAMS + 4.941s 
3. Stoffel Vandoorne ART Grand Prix + 25.680s 
4. Julian Leal Carlin + 31.912s 
5. Stefano Coletti Racing Engineering + 32.077s 
6. Johnny Cecotto Jr. Trident + 32.225s 
7. Felipe Nasr Carlin + 32.977s 
8. Stéphane Richelmi DAMS + 34.849s 
9. Marco Sorensen MP Motorsport + 35.055s 
10. Daniel Abt Hilmer Motorsport + 40.275s 
11. Arthur Pic Campos Racing + 43.017s 
12. Alexander Rossi EQ8 Caterham Racing + 44.568s 
13. Adrian Quaife-Hobbs Rapax + 45.715s 
14. Conor Daly Venezuela GP Lazarus + 47.455s 
15. Sergio Canamasas Trident + 49.565s 
16. Takuya Izawa ART Grand Prix + 56.175s 
17. Nathanaël Berthon Venezuela GP Lazarus + 57.811s 
18. Artem Markelov Russian Time + 60.948s 
19. Daniel De Jong MP Motorsport + 61.667s 
20. André Negrao Arden International + 63.906s 
21. Rio Haryanto EQ8 Caterham Racing + 64.778s 
22. Jon Lancaster Hilmer Motorsport + 65.083s 
23. Kimiya Sato Campos Racing + 78.405s 
24. Rene Binder Arden International + 2 voltas 
25. Simon Trummer Rapax + 3 voltas
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias FIA F2
Tipo de artigo Últimas notícias