Em prova madura, Nasr é o segundo. Frijns vence sua primeira no ano

Brasileiro poupou pneus, atacou no final e assumiu a vice-liderança da GP2, oito pontos atrás de Stefano Coletti

Frijns venceu a primeira em Barcelona

Após cair da terceira posição para o meio do grid em sua primeira parada nos boxes, o brasileiro Felipe Nasr fez uma excelente prova de recuperação e terminou em segundo lugar, neste sábado, na primeira etapa da GP2 em Barcelona. O vencedor foi o holandês Robin Frijns, que conquistou sua primeira vitória no ano. Jolyon Palmer, companheiro de Nasr na Carlin fechou o pódio.

“Algumas coisas atrapalharam, era uma corrida pra ter vencido, mas conseguimos um importante resultado. O carro está muito bom, principalmente com pneu duro e tenho ainda um jogo de pneus duro para domingo. Então, saindo em sétimo tenho uma boa expectativa para a vitória. A largada é um ponto que preciso melhorar, perdi muito tempo depois tentando ultrapassar os carros e isso me custou a vitória. Tive muitos contratempos e ainda consegui um segundo lugar, então acho que quando as coisas derem certo, a vitória virá”, analisou Nasr ao TotalRace.

Com o resultado, o brasileiro ultrapassou o suíço Fabio Leimer e assumiu a segunda posição no campeonato, com 66 pontos. O líder ainda é o monegasco Stefano Coletti com 74 pontos. Coletti foi o quinto hoje. A segunda etapa em Barcelona será disputada às 5h35 deste domingo, com transmissão do SporTV.

A corrida deste sábado foi disputada com tempo bom e sem grandes incidentes. Na largada, o sueco Marcus Ericsson se manteve na frente e Stefano Coletti pulou para a segunda posição, com Richelmi caindo para terceiro e Nasr, que largara na terceira posição, ficando em quarto. Logo na primeira volta, porém, o brasileiro passou Richelmi e voltou à terceira colocação. Ainda na primeira volta, James Calado e Fabio Leimer se tocaram. O inglês abandonou, enquanto o suíço foi para o fim da grid, após parar nos boxes. Na quinta volta, foi a vez do francês Nathanael Berthon acertar a traseira de Sergio Canamasas. Ambos abandonaram.

O líder Marcus Ericsson foi para os boxes já na sétima volta, deixando a liderança para Stefano Coletti. Na volta seguinte foi a vez de Coletti, Nasr e Richelmi pararem. Os três foram prejudicados por uma bandeira amarela e perderam posições. No meio do pelotão após fazer sua parada, o pole position Marcus Ericsson foi tocado por Sam Bird e abandonou a corrida.

A partir daí o brasileiro se preocupou em poupar pneus para atacar no final da corrida. A estratégia deu certo e, após passar muito tempo em uma virtual sexta posição, ele usou as últimas voltas para encostar no pelotão da frente. Atrás de Nasr, Dillmann e Richelmi se tocaram, mas permaneceram na pista.

Faltando 12 voltas para o final da corrida, Nasr partiu para o ataque. A primeira vítima foi Alexander Rossi, que perdeu a sétima posição na pista para o brasileiro. Na realidade a briga era pelo quinto lugar, já que os líderes Cecotto e Evans ainda não haviam parado.

Na 27ª volta, Cecotto parou, deixando a liderança para seu companheiro Mitch Evans. O venezuelano voltou em 11º. Com a parada de Evans na volta seguinte, Robin Frijns assumiu a ponta, seguido por Palmer, Bird, Coletti e Nasr. Apenas 2,6 segundos separavam os cinco primeiros colocados.

Mais rápido do que seus adversários mais próximos, Nasr pressionou Coletti e o ultrapassou na 30ª volta, assumindo a quarta colocação. Na volta seguinte, o brasileiro deixou Sam Bird para trás e foi para cima de seu companheiro Jolyon Palmer, ultrapassando-o na 32ª volta. Sam Bird tentou aproveitar a manobra do brasileiro e foi para cima de Palmer, mas foi tocado e saiu da pista, abandonando a corrida.

Nasr ainda tentou chegar no líder Robin Frijns, mas o holandês mostrou que ainda tinha pneus, manteve uma confortável diferença para o brasileiro e conseguiu sua primeira vitória no ano. 

Classificação final da etapa de sábado em Barcelona:

 1.  Robin Frijns         Hilmer                      1h00m38.896s
2.  Felipe Nasr          Carlin                        + 3.316s
3.  Jolyon Palmer        Carlin                     + 12.290s
4.  Jon Lancaster        Hilmer                    + 12.609s
5.  Stefano Coletti      Rapax                      + 13.329s
6.  Tom Dillmann         Russian Time     + 14.325s
7.  Alexander Rossi      Caterham            + 17.160s
8.  Kevin Ceccon         Trident                    + 17.504s
9.  Johnny Cecotto Jr    Arden                    + 24.013s
10.  Rio Haryanto         Addax                     + 32.024s
11.  Daniel Abt           ART                           + 32.823s
12.  Mitch Evans          Arden                      + 35.748s
13.  Julian Leal  Racing Engineering      + 39.922s
14.  Jake Rosenzweig      Addax               + 40.999s
15.  Stefano Richelmi     DAMS                 + 42.690s
16.  Daniel de Jong       MP Motorsport    + 43.102s
17.  A. Quaife-Hobbs MP Motorsport        + 54.532s
18.  Fabio Leimer  Racing Engineering  + 56.946s
19.  Simon Trummer        Rapax               + 57.935s
20.  Rene Binder          Lazarus                 + 1 volta
21.  Sam Bird             Russian Time        + 4 voltas

Abandonos:

       
Kevin Giovesi      Lazarus                      volta 11
Marcus Ericsson    DAMS                      volta 10
Sergio Canamasas   Caterham           volta  5
Nathanael Berthon  Trident                   volta  4
James Calado       ART                          volta  1

 

Classifcação do campeonato:

1) Stefano Coletti, 74 pontos
2) Felipe Nasr, 66 pontos
3) Fabio Leimer, 54 pontos
4) Jolyon Palmer, 37 pontos
5) Sam Bird 33 pontos

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias FIA F2
Tipo de artigo Últimas notícias