Mudanças na GP2: sem dinheiro, Frijns deixa a categoria

Holandês, que já venceu este ano, será substituído por Quaife-Hobbs na Hilmer. Teixeira entra no lugar de Ceccon

Mesmo com uma vitória no ano, o holandês Robin Frijns não conseguiu se manter na GP2. Frijns, que estreou na etapa do Bahrein e participou de mais quatro fins de semana competindo pela Hilmer será substituído pelo inglês Adrian Quaife-Hobbs, que estava na MP Motosport. A mudança já será vista no GP da Hungria, neste final de semana.

Segundo Frijns, campeão da World Series by Renault, sua saída aconteceu por motivos financeiros. “Se você não tem dinheiro, não pilota”, desabafou o holandês no twitter. “Não adianta vencer campeonatos atualmente”, completou.

Outra mudança ocorrerá na equipe Trident, onde o angolano Ricardo Teixeira entra para substituir Kevin Ceccon. Teixeira já correu pela equipe em 2009 e no ano passado defendeu a Rapax, mas sem pontuar. A Lazarus também deve trocar um dos pilotos, Fabrizio Crestani deve ceder sua vaga a Vittorio Ghirelli.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias FIA F2
Tipo de artigo Últimas notícias