Piloto da casa, Richelmi lidera de ponta a ponta em Mônaco; Nasr abandona

Brasileiro fez largada agressiva, acabou se tocando com Arthur Pic e ficou na Mirabeau ainda na primeira volta

O monegasco Stephane Richelmi, oitavo na corrida de sexta-feira, largou na pole, liderou de ponta a ponta e venceu a corrida 2 de Mônaco neste sábado. Foi sua primeira vitória na categoria desde 2011, quando ingressou. Na prova disputada em 30 voltas, o piloto da equipe DAMS foi soberano, sendo ameaçado apenas após a entrada do Safety Car na pista no meio da corrida, quando o espanhol Sergio Canamasas tentou passá-lo na chicane do porto após o túnel, sem sucesso.

Canamasas foi ao pódio pela primeira vez na carreira, ficando em segundo após boa largada, na qual superou Arthut Pic e Rio Haryanto. O indonésio manteve o terceiro lugar apesar de pressionado por Johnny Cecotto no meio da prova, completando o pódio.

Depois de fazer grande corrida na sexta-feira, indo de 18º para o terceiro lugar, Felipe Nasr durou pouco nesta corrida 2 em Monte Carlo. O piloto da equipe Carlin fez ótima partida de sexto no grid. Já na primeira curva superou Arthur Pic e logo depois passou Johnny Cecotto. Porém, o brasileiro teve um pneu furado, e acabou travando seus pneus na freada para a Mirabeau e estacionando seu carro na área de escape, abandonando a corrida.

O outro brasileiro, André Negrão da equipe Arden, largou em 22º e finalizou a corrida apenas em 15º lugar.

Na largada, Richelmi manteve a ponta, com Canamasas ultrapassando Rio Haryanto e Pic. Felipe Nasr fez partida agressiva, pulando para quarto, no entanto acabou se tocando com Arthur Pic após tentativa agressiva de ultrapassagem na Sainte Devote. O piloto danificou seu carro e abandonou a prova ainda na primeira volta, na curva Mirabeau.

O Top 5 na volta cinco era Richelmi, Canamasas, Haryanto, Cecotto e Pic. Nas voltas seguintes a classificação permaneceu inalterada. Líder do campeonato e vencedor da corrida de sexta, Jolyon Palmer manteve a sétima posição que ganhou de Nasr após o brasileiro abandonar.

Na volta 13, Artem Markelov acertou o muro na Sainte Devote, trazendo o Safety Car para a pista. Na volta 16 a corrida voltou, e apesar de tentativas de Cecotto para tentar passar Haryanto pelo terceiro, os cinco primeiros permaneceram inalterados.

A dez voltas do fim, Canamasas errou a chicane após o túnel tentando chegar em Richelmi, sem sucesso. Cecotto segurou um grande trem do quarto ao 16º lugar nas últimas voltas, mas não conseguiu ser ultrapassado pelos concorrentes, próximos, Arthut Pic e Mitch Evans.

Confira o resultado após 30 voltas:

1. #8 Stéphane Richelmi DAMS 43:17.087s 
2. #22 Sergio Canamasas Trident + 2.179s 
3. #18 Rio Haryanto EQ8 Caterham Racing + 8.295s 
4. #23 Johnny Cecotto Jr. Trident + 25.320s 
5. #26 Arthur Pic Campos Racing + 25.753s 
6. #1 Mitch Evans Russian Time + 25.973s 
7. #7 Jolyon Palmer DAMS + 26.587s 
8. #14 Adrian Quaife-Hobbs Rapax + 26.956s 
9. #6 Stefano Coletti Racing Engineering + 28.473s 
10. #25 Conor Daly Venezuela GP Lazarus + 28.721s 
11. #19 Alexander Rossi EQ8 Caterham Racing + 29.987s 
12. #24 Nathanaël Berthon Venezuela GP Lazarus + 30.105s 
13. #10 Stoffel Vandoorne ART Grand Prix + 30.604s 
14. #27 Kimiya Sato Campos Racing + 31.228s 
15. #17 André Negrao Arden International + 31.657s 
16. #4 Julian Leal Carlin + 32.085s 
17. #11 Daniel Abt Hilmer Motorsport + 32.582s 
18. #15 Simon Trummer Rapax + 33.458s 
19. #5 Raffaele Marciello Racing Engineering + 34.328s 
20. #16 Rene Binder Arden International + 35.417s 
21. #12 Facu Regalia Hilmer Motorsport + 36.078s 
22. #21 Tio Ellinas MP Motorsport + 1 volta 

Abandonaram
#2 Artem Markelov Russian Time
#9 Takuya Izawa ART Grand Prix
#20 Daniel De Jong MP Motorsport
#3 Felipe Nasr Carlin 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias FIA F2
Tipo de artigo Últimas notícias