Razia explica boa fase na GP2: "Não durmo, só trabalho"

Baiano é o vice-líder do campeonato, a um ponto de Valsecchi, e destaca amadurecimento em quarto ano na categoria

Em sua quarta temporada na GP2, Luiz Razia vive, de longe, seu melhor momento na categoria. O baiano de 23 anos é o vice-líder do campeonato, a um ponto de Davide Valsecchi, e venceu de forma espetacular a última prova, em Valência, na Espanha.

Entrevistado pelo TotalRace, Razia destacou seu amadurecimento como maior explicação da evolução em relação aos anos anteriores – até o início de 2012, o piloto da equipe Arden havia vencido uma prova e chegado no pódio em outras cinco oportunidades.

“Acho que tem muito a ver com minha dedicação. Nós últimos três anos tive dificuldades e nesse ano decidi tocar minha vida de outra maneira. Tem funcionado. Estou muito mais focado, trabalho muito mais – não durmo, só trabalho. Isso tem surtido efeito, então tenho de continuar nessa linha e melhorar ainda mais. Nessas últimas quatro semanas, fiquei totalmente fora. Fui para um campo de treinamento por três semanas, sem internet, e fui para Valência bastante focado e meu trabalho pagou”, reconheceu.

Razia acredita que a boa fase tem tudo para continuar na próxima etapa, no GP da Grã-Bretanha. “Nosso carro na Malásia, que é uma pista também muito rápida, teve um desempenho muito bom. A gente tem sofrido um pouco com as pistas que têm bastante curva lenta. Então estamos bastante confiantes para Silverstone.”

O baiano, por outro lado, não acredita que seja o momento de olhar na tabela de classificação. A temporada da GP2 está exatamente em sua metade, com seis etapas (com rodadas duplas) disputadas até aqui.

“O campeonato está aberto. Ainda não é hora de pensar nisso. Eu me concentrei bastante e consegui bons resultados. Focando neste ponto, o campeonato pode vir. Temos de esperar.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias FIA F2
Tipo de artigo Últimas notícias