12º, Nelsinho lamenta safety car: "teria pontuado"

Atual campeão da Fórmula E vê avanços no desempenho, mas vê entrada do carro de segurança atrapalhar estratégia e impedir chegada na zona de pontuação

Apesar da pequena evolução nos carros da NEXTEV China Racing, Nelsinho Piquet não conseguiu terminar o ePrix de Buenos Aires, realizado neste sábado (6), na zona de pontuação. O atual campeão da Fórmula E chegou a andar entre os oito primeiros, mas terminou a prova na 12º posição.

O piloto tentou uma estratégia de estender o primeiro stint e trocar de carro depois do pelotão, mas a intervenção do safety car para que o carro de Antonio Felix da Costa fosse retirado do traçado atrapalhou os planos de Piquet, que voltou à pista na 14ª posição, conseguindo duas ultrapassagens até a bandeira quadriculada da prova vencida por Sam Bird.

Piquet ressaltou a evolução do carro em Buenos Aires - ainda que tenha enfrentado uma pequena queda de rendimento no início da prova - e destacou que a entrada do carro de segurança atrapalhou a estratégia, que teria permitido ao brasileiro terminar na zona de pontuação.

“O problema é que, mesmo com os updates no nosso software, não funcionou 100% no início. Então depois de duas voltas já tinha ficado mais atrás", disse.

"Arriscamos um stint mais longo e eu teria pontuado, mas o que importa é que conseguimos chegar perto dos pontos e vamos continuar aprendendo assim para evoluir a cada corrida”, completou.

Antes da próxima etapa da F-E, o ePrix da Cidade do México, no dia 12 de março, Nelsinho tem outro compromisso: a participação como convidado de Átila Abreu na corrida de duplas que abre a temporada 2016 da Stock Car, em Curitiba, no dia 6 de março.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E
Evento ePrix de Buenos Aires
Pista Autodromo Juan y Oscar Galvez
Pilotos Nelson Piquet Jr.
Tipo de artigo Últimas notícias