Após batida, Senna celebra "ponto mais sofrido da carreira"

Piloto da Mahindra, que bateu carro na classificação, foi para a pista em cima da hora após reparos e terminou ePrix de Buenos Aires na zona de pontuação

Décimo colocado no ePrix de Buenos Aires, realizado neste sábado (6), Bruno Senna teve um dia de fortes emoções. Durante o treino de classificação para a formação do grid de largada, o piloto da Mahindra bateu na entrada da reta dos boxes e danificou significativamente o carro.

Com isso, o time teve que correr contra o tempo para reparar os danos, como contou o próprio piloto. "Foi uma batida forte e a equipe precisou se esforçar muito para colocar o carro em condições, porque o choque afetou a bateria e o motor, que precisaram ser substituídos", disse.

Com a batida, Senna largou apenas na 16ª posição e teve que fazer uma corrida de recuperação para chegar na zona de pontuação.  Após a intervenção do safety car, Senna chegou a andar em oitavo, mas foi obrigado a reduzir o ritmo para não ficar pelo caminho.

"Foi uma loucura, mas felizmente deu tempo. Mesmo assim, entrei na pista em cima da hora. Os mecânicos haviam acabado de apertar os últimos parafusos. Foi o pontinho mais sofrido da minha carreira", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E
Evento ePrix de Buenos Aires
Pista Autodromo Juan y Oscar Galvez
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias