Após quebra, Di Grassi vê título da Fórmula E mais distante

compartilhar
comentários
Após quebra, Di Grassi vê título da Fórmula E mais distante
Por: Scott Mitchell
5 de fev de 2018 13:05

Equipe Audi continua sem entender o que levou brasileiro a parar logo após a troca de carro no ePrix de Santiago

Lucas di Grassi, Audi Sport ABT Schaeffler
Lucas di Grassi, Audi Sport ABT Schaeffler
Lucas di Grassi, Audi Sport ABT Schaeffler
Oliver Turvey, NIO Formula E Team Nicolas Prost, Renault e.Dams and. Lucas di Grassi, Audi Sport ABT
Lucas di Grassi, Audi Sport ABT Schaeffler
Lucas di Grassi, Audi Sport ABT Schaeffler
Lucas di Grassi, Audi Sport ABT Schaeffler
Lucas di Grassi, Audi Sport ABT Schaeffler Jose Maria Lopez, Dragon Racing
Lucas di Grassi, Audi Sport ABT Schaeffler

A equipe Audi continua confusa sobre os motivos que levaram Lucas di Grassi a abandonar pela segunda corrida seguida com seu carro parando de repente nesta temporada da Fórmula E.

Chefe do time, Allan McNish diz que a situação é mais intrigante ainda porque o companheiro do brasileiro, Daniel Abt, não vem sofrendo com as mesmas questões.

"É algo que nos deixa confusos porque do outro lado da garagem isso não ocorre", disse McNish após a corrida. “Sinceramente, no momento, não sei a resposta.”

"Eu não sei se é o mesmo problema que tivemos em Marrakesh ou não. Nós não saberemos até que analisemos tudo. Essa é a parte frustrante para nós, para Lucas, e para os caras que fizeram muito esforço de Marrakesh até agora. Nós pensávamos ter conseguido uma solução e mais uma vez não somamos pontos."

A Audi mudou o inversor em um dos carros de Di Grassi para o ePrix no Chile, o que deu ao brasileiro uma punição de dez lugares no grid. Na prova, ele subiu de 13º para quinto, e estava na disputa do pódio antes de ter problemas.

"O fato de que não temos confiabilidade ​​no momento é realmente inacreditável", disse Di Grassi ao Motorsport.com. "Ter tantos problemas consecutivamente, assim, é realmente frustrante, porque temos o ritmo”.

"Em Marrakesh, eu facilmente lutaria pela vitória. Aqui, eu estava na luta por um pódio. Em Hong Kong, lutaria por um pódio. Temos um carro muito bom, mas que não é confiável.”

"A primeira coisa que você aprende competindo é que para ganhar uma corrida primeiro você precisa terminar. Não estamos terminando nenhuma corrida."

Di Grassi agora está 71 pontos atrás do novo líder do campeonato, Jean-Eric Vergne, e disse que descarta suas chances de título.

"O título não está em minha mente no momento", disse ele. "Tenho em mente tentar consertar o carro e conseguir um carro que termine uma corrida. Só assim poderei lutar por vitórias”.

"Mesmo que consigamos marcar pontos agora, se o carro não for confiável nas próximas corridas, o título vai ser impossível.”

"A primeira coisa que precisamos fazer é resolver esse problema. Isso a equipe e os engenheiros devem resolver isso o mais rápido possível."

A má corrida da Audi em Santiago foi agravada pelo abandono de Abt depois de bater com Nick Heidfeld na primeira volta. O time é apenas o oitavo no campeonato, empatado com a Dragon Racing com apenas 12 pontos.

Próxima Fórmula E matéria
Lotterer revela conflito interno em ataques a Vergne

Previous article

Lotterer revela conflito interno em ataques a Vergne

Next article

Buemi: “É desapontador estar atrás de um time cliente”

Buemi: “É desapontador estar atrás de um time cliente”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Evento ePrix de Santiago
Localização Santiago Street Circuit
Pilotos Lucas di Grassi
Equipes Audi Sport Team Abt
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias