Audi decide não apelar da desclassificação de Abt

Equipe aceitou a punição e vitória da prova de domingo, herdada por Rosenqvist, não está mais ameaçada

Uma inspeção pós-corrida revelou que os códigos de barras nos inversores e nos motores não corresponderam aos declarados no passaporte técnico do Audi e-tron FE04 de Daniel Abt no ePrix de Hong Kong.

A Audi inicialmente havia notificado a FIA de sua intenção de apelar da decisão que tirou de Abt e da equipe sua primeira vitória na categoria elétrica de monopostos. No entanto, agora decidiu não proceder com o recurso.

"Nós levamos tempo para revisar cuidadosamente todos os documentos e processos", disse o diretor da equipe, Allan McNish.

"Não ganhamos nenhuma vantagem como resultado desse erro administrativo e todas as partes totalmente cumpriram a homologação e as regulamentações técnicas em todos os momentos. Ainda assim, aceitamos a decisão da FIA e devolvemos os regulamentos de passaportes técnicos”.

"Nossa equipe cometeu um pequeno erro com grandes consequências, que infelizmente privou Daniel de sua merecida vitória, da qual só podemos pedir desculpas. Estou certo de que o veremos no pódio novamente em breve".

A decisão da Audi de não apelar significa que a vitória herdada por Felix Rosenqvist já não está mais ameaçada, nem o primeiro pódio da Jaguar na categoria depois que Mitch Evans foi promovido para o terceiro lugar.

Isso também significa que Sam Bird definitivamente terminará 2017 como líder do campeonato, com 35 pontos contra os 33 de Jean-Eric Vergne.

Abt permanece 11º nos pontos após o seu quinto lugar e a volta mais rápida na corrida de sábado, enquanto a Audi é apenas a sexta no campeonato de equipes depois que o atual campeão Lucas di Grassi não conseguiu marcar pontos em nenhuma das duas corridas.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E
Evento Hong Kong
Pista Circuito da rua de Hong Kong
Pilotos Daniel Abt
Equipes Audi Sport Team Abt
Tipo de artigo Últimas notícias