Bird segura Buemi e vence em Buenos Aires; di Grassi é 3º

Piloto da DS Virgin suportou a pressão do líder do campeonato nas voltas finais e venceu o ePrix de Buenos Aires; di Grassi foi terceiro e segue na vice-liderança da temporada

Defendendo-se de forma brilhante, Sam Bird conteve a incrível recuperação de Sébastien Buemi e venceu o ePrix de Buenos Aires, realizado neste sábado (6). O britânico, que largou na pole position, só perdeu a liderança na troca de carro. Buemi, que largou em último após rodar na classificação, teve que se contentar com o segundo lugar.

Lucas di Grassi foi o melhor brasileiro e, partindo da sétima posição, completou o pódio, após figurar boa parte da segunda metade da disputa na segunda posição. Bruno Senna foi o décimo colocado e Nelsinho Piquet o 12º.

Com o resultado na Argentina, Buemi segue na liderança do campeonato, agora com 80 pontos. Di Grassi vê a diferença subir de um para quatro pontos, mas continua na segunda posição na tabela de classificação, com 76 pontos.

A corrida

Na largada, Bird manteve a liderança, seguido por Nicolas Prost, Antonio Felix da Costa e Stephane Sarrazin. No final da primeira volta, Buemi já era o 16º, enquanto di Grassi subia para a sexta posição – não sem antes se envolver em uma disputa roda a roda com Piquet, que seguia em nono. Com problema no pneu traseiro direito, Jerome D’Ambrosio foi aos boxes na terceira volta e quase saiu com a pistola pneumática presa na roda, mas os mecânicos do time conseguiram retirar o dispositivo.

Com quatro voltas completadas, o atual campeão começou a perder rendimento e perder posições. Por outro lado, di Grassi subiu para quinto na volta seguinte e Buemi já se aproximava da zona de pontuação, ocupando a 12ª posição. Os protagonistas do campeonato até o momento estavam dispostos a apagar o mau desempenho da classificação e seguiam ganhando posições.

Na nona volta, o vice-líder do campeonato superou Sarrazin e subiu para o quarto lugar. Buemi, por sua vez, superou Daniel Abt, companheiro do brasileiro, e Oliver Turvey, da equipe de Nelsinho Piquet, para figurar em nono com dez voltas completadas. Enquanto isso, Bird seguia na liderança, acompanhado de perto por Prost e Felix da Costa. Com um ritmo bastante agressivo, di Grassi rapidamente se aproximou dos três primeiros.

Na abertura da 13ª volta, Felix da Costa executou uma bela manobra sobre Prost e assumiu a segunda posição. Um pouco mais atrás, Buemi se livrava de Mike Conway e Robin Frijns e figurava na sexta posição após 16 voltas completadas. Dois giros depois, o português ficou parado na pista após o cotovelo da reta oposta e, ao final desta volta, os pilotos foram aos boxes para a troca de carro.

Após as trocas, Bird manteve a liderança, com di Grassi em segundo, Sarrazin em terceiro e Buemi em quarto. Prost, que voltou atrás do companheiro de equipe, rodou quando voltou à pista e caiu para sétimo. Depois de dois giros de competição com o carro de Felix da Costa ainda parado na pista, finalmente a direção de prova acionou o safety car.

Foi então que houve um momento inusitado na corrida: Sarrazin, sem saber se estava em um “full course yellow” – quando os pilotos são obrigados a manter uma velocidade limitada e o pelotão não se junta – seguiu por alguns instantes em um ritmo lento, com Buemi colado nele e pedindo desesperadamente para o francês acelerar para que o pelotão se reagrupasse.

Na abertura da 23ª volta, a disputa foi reiniciada, com Bird na liderança, di Grassi em segundo e Buemi rapidamente se livrando de Sarrazin e assumindo a terceira posição. Sem conseguir superar o britânico, o brasileiro via o líder do campeonato se aproximar e se formava uma disputa tríplice pela vitória a nove voltas do final. Na 28ª volta, o suíço superou di Grassi e subiu para o segundo lugar.

Nas voltas finais, Buemi tentou de todas as maneiras superar Bird, mas o britânico se defendeu com maestria para assegurar a vitória nas ruas de Buenos Aires. Di Grassi completou o pódio, com Sarrazin e Prost fechando o grupo dos cinco primeiros. Senna terminou a prova na décima posição, enquanto Piquet cruzou a linha de chegada no 12o posto.

Confira o resultado final da prova:

PosiçãoPilotoEquipeTempo/dif.
1 United KingdomSam Bird  United KingdomVirgin Racing 45:28.385
2 SwitzerlandSébastien Buemi  FranceDAMS +0.716
3 BrazilLucas di Grassi  GermanyAudi Sport Team Abt +7.525
4 FranceStéphane Sarrazin  MonacoVenturi +9.415
5 FranceNicolas Prost  FranceDAMS +11.316
6 FranceLoic Duval  United StatesDragon Racing +15.660
7 GermanyNick Heidfeld  IndiaMahindra Racing +16.444
8 NetherlandsRobin Frijns  United StatesAndretti Autosport +18.685
9 United KingdomOliver Turvey  ChinaChina Racing +22.007
10 BrazilBruno Senna  IndiaMahindra Racing +22.456
11 FranceJean-Eric Vergne  United KingdomVirgin Racing +24.482
12 BrazilNelson Piquet Jr.  ChinaChina Racing +24.641
13 GermanyDaniel Abt  GermanyAudi Sport Team Abt +27.998
14 SwitzerlandSimona de Silvestro  United StatesAndretti Autosport +36.171
15 United KingdomMike Conway  MonacoVenturi +39.581
16 BelgiumJérôme d'Ambrosio  United StatesDragon Racing +1 volta
Não completou Antonio Felix da Costa  Team Aguri  
Não completou Salvador Duran  Team Aguri
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E
Evento ePrix de Buenos Aires
Pista Autodromo Juan y Oscar Galvez
Pilotos Sam Bird , Sébastien Buemi
Tipo de artigo Relato da corrida