Coluna do Nelsinho: Ganhamos juntos, lutamos juntos

Colunista do Motorsport.com, Nelsinho Piquet fala das dificuldades da temporada atual da F-E, após título épico no primeiro ano

É muito normal para pilotos e engenheiros ficarem frustrados após ganhar um campeonato e mesmo trabalhando duro, dando o seu melhor, as coisas literalmente andarem para trás.

Mas isso faz parte do automobilismo, vejam o caso da McLaren. Eles sabiam que teriam que passar por um período de adaptação, mas jamais imaginaram que seria tão ruim como foi.

Vamos ter que trabalhar ainda mais do que no ano passado. O projeto do nosso carro agora está congelado por causa das regras e regulamentos da Fórmula E. Vamos tentar otimizar nosso trabalho para melhorar nossos resultados.

Sabemos do nosso potencial

Mostramos no último ano o que podemos fazer. Vencemos com um time que ninguém esperava que conseguiria vencer o campeonato - ou mesmo uma corrida. Todos ficaram surpresos quando nos viram conseguir um pódio... depois uma prova... depois o título.

No início, eu sabia que era uma equipe pequena e não tinha ideia que poderíamos lutar para ganhar o campeonato. E depois que ganhamos a primeira prova, meu pensamento foi 'quero continuar vencendo com esta equipe, que foi a única que me deu a chance para me tornar um campeão do mundo."

Estou aqui pelo amor ao automobilismo e para dar algo em troca. Tenho total respeito para com os rapazes que acreditaram em mim durante esta primeira temporada.

Foco no trabalho árduo

Estamos aprendendo muito sobre a configuração do nosso carro na potência, frenagem e estabilidade - estamos trabalhando em todas as áreas que podemos. A pior coisa que poderíamos fazer é dizer: 'não temos um pacote bom o bastante', sentar e cruzar nosso braços. Esta é uma batalha de desenvolvimento e temos que continuar otimizando cada área que pudermos.

Éramos os melhores, sem dúvida, na economia de energia na primeira temporada. É muito mais difícil repetir esse feito porque nosso carro de hoje é muito mais pesado, mas estamos fortes ainda e vamos executar algumas estratégias agressivas para conseguir os melhores resultados.

É a nossa chance de tentar coisas novas e aprender, porque sabemos que não estamos competindo pelo campeonato nesse ano. Então porque não tentar algumas estratégias diferentes? Poderíamos conseguir um pódio aqui ou ali.

Fazendo o melhor em situação complicada

A situação em que estamos não é como na F1, que uma equipe pode continuar a desenvolver seu carro atual, trazendo novas atualizações a cada corrida, enquanto ao mesmo tempo começam a desenvolver o carro do próximo ano.

Existem várias mudanças que podemos fazer. Mas não podemos apenas mudar o foco, já pensando na próxima temporada, precisamos tentar melhorar cada décimo de segundo em cada prova deste ano, para assim chegarmos bem para a próxima temporada.

Como um time, sabemos que teremos um ano difícil pela frente, mas sabemos que essa união nos fez vencer o campeonato no primeiro ano, quando ninguém botava fé.

Cada pessoa que trabalha na equipe está trabalhando muito duro e estou confiando plenamente de que seremos capazes de lutar juntos, como uma verdadeira equipe.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E
Pilotos Nelson Piquet Jr.
Equipes China Racing
Tipo de artigo Conteúdo especial