Equipe Trulli está fora do ePrix de Putrajaya

Time co-fundado por Jarno Trulli, que já havia ficado de fora do ePrix de Pequim, não disputa etapa na Malásia por não ter conseguido deixar os carros prontos para vistoria oficial

A Trulli não disputará o ePrix de Putrajaya, segunda etapa da temporada 2015/2016 da Fórmula E. O time co-fundado e controlado por Jarno Trulli já havia ficado de fora da prova de abertura, em Pequim, e ainda não estreou nesta edição do campeonato de carros elétricos.

O final de semana na Malásia já vinha sendo problemático para a equipe, que se viu em uma disputa contratual com Salvador Duran, que acabou sendo colocado de lado e o próprio Trulli se elegeu para ocupar o cockpit vago, dizendo que seria uma participação única.

Não será o caso, entretanto, pois a equipe não conseguiu aprontar os carros a tempo para a vistoria oficial, mesmo recebendo da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) uma extensão de três horas em relação ao prazo inicial.

A FIA, então, publicou a lista oficial com 18 carros, deixando de fora os dois da equipe Trulli. Além disso, o time foi multado em mil euros por ter extrapolado o prazo inicial para a vistoria. Com isso, tanto Trulli quanto Vitantonio Liuzzi serão obrigados a acompanhar o ePrix de Putrajaya como espectadores.

"É com muita pena que anunciamos que não vamos participar da corrida de amanhã. Todos na equipe têm trabalhado duro, eu agradeço o esforço deles e permaneço confiante de que estaremos bem em Punta del Este. Não vemos a hora de colocar nossos carros na pista", disse Lucio Cavuto, chefe da equipe.

"Também gostaria de agradecer à FIA e à F-E por concordarem em estender o prazo para a vistoria oficial. Infelizmente, nós não conseguimos preparar nossos carros a tempo", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E
Evento ePrix de Putrajaya
Pista Streets of Putrajaya
Equipes Trulli
Tipo de artigo Últimas notícias