Exclusivo: detalhes do formato “Mario Kart” da Fórmula E

compartilhar
comentários
Exclusivo: detalhes do formato “Mario Kart” da Fórmula E
Alex Kalinauckas
Por: Alex Kalinauckas
23 de mai de 2018 15:17

Motorsport.com teve acesso às propostas para um novo formato de corridas da categoria a partir da próxima temporada, que deve contar com o conceito do “hyperboost”

Vieram à tona os primeiros detalhes do formato de corrida que a Fórmula E considera implementar a partir da temporada 2018/2019, o que tem sido chamado de “hyperboost”. 

O sistema, primeiramente revelado pelo Motorsport.com no mês passado, está sendo avaliado como parte da tentativa de manter um elemento de entretenimento na estratégia das corridas na mudança para os novos carros.

Isso acontece porque os novos modelos terão baterias capazes de durar uma corrida inteira, o que elimina a necessidade de troca de carros. 

O sistema hyperboost foi apresentado ao grupo esportivo da Fórmula E, e o Motorsport.com teve acesso às informações. 

Entende-se que o sistema passará por ajustes nos próximos meses, além de receber um novo nome. 

O fundador e diretor executivo da Fórmula E, Alejandro Agag, não confirmou nenhum detalhe do sistema, mas anteriormente o descreveu como “parecido com Mario Bros quando eles pegam a estrela e andam mais rápidos”. 

A proposta inicial do sistema, que ainda precisa de aprovação e verificação da FIA, indica que os pilotos que passarem por uma zona específica, fora do traçado de corrida e com 10m de duração, poderão usar um modo de potência maior. 

O local da zona variaria de acordo com cada circuito, sendo que telas digitais indicaria a área aos fãs. 

A sugestão é de que o hyperboost esteja disponível por duas voltas por corrida, sem estar disponível nas duas últimas voltas da prova. 

Os pilotos teriam de ativar um botão em seus carros para poder coletar o hyperboost antes de chegarem à zona. Uma vez que eles passem pela área, isso ativaria, por quatro minutos, um aumento de potência a 225kW. 

Isso se traduziria em um ganho de aproximadamente 1s por volta durante o período de ativação.

Seria obrigatório o uso do sistema por duas vezes a cada corrida, sendo que, após sua ativação, os carros voltariam aos 200kW normais. 

Também entende-se que o sistema do hyperboost estaria integrado aos gráficos de televisão e às luzes de LED que estarão integradas ao halo, com uma luz vermelha acendendo durante o uso. 

O halo ficaria verde assim que um piloto ativasse o fanboost e amarelo durante momentos de bandeira amarela ou safety car. 

A Fórmula E não esteve disponível para comentar sobre a possível introdução do hyperboost, enquanto que um porta-voz da FIA disse que a entidade não se manifestaria a respeito de qualquer proposta de formato de corridas. O assunto será discutido no Conselho Mundial da FIA, no próximo mês. 

Próxima Fórmula E matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Autor Alex Kalinauckas
Tipo de matéria Últimas notícias