F-E apresenta categoria com carros pilotados por robôs

Campeonato de carros elétricos quer incluir evento suporte com carros idênticos aos da F-E, mas pilotados por inteligência artificial, a partir da temporada 2016/2017

A Fórmula E apresentou um conceito que modificará significativamente o modo como se enxerga uma corrida atualmente. Para a terceira temporada do campeonato, em 2016/2017, a categoria vai incluir um evento suporte nos ePrix: a ROBORACE, campeonato de carros idênticos aos da F-E, mas sem pilotos de carne e osso. 

Os carros serão pilotados pela inteligência artificial e as corridas terão uma hora de duração, acontecendo sempre duas horas antes de cada ePrix. As dez equipes que participarão do campeonato deverão alinhar dois carros cada. Além disso, só será permitido a elas modificar o software dos carros, não o aspecto físico dos monopostos. 

A ROBORACE será aberta às equipes atuais do grid do grid, mas a presença não é obrigatória. O alvo da nova categoria são fabricantes que tenham alguma ligação ou interesse no desenvolvimento de tecnologia para carros sem condutores.

“Acreditamos firmemente que, no futuro, todos os veículos do planeta serão assistidos pela inteligência artificial e movidos por energia elétrica, o que irá contribuir para o meio-ambiente e para a segurança nas estradas", disse Denis Sverdlov, fundador da Kinetik, empresa envolvida com o projeto.

"A ROBORACE é a celebração de uma tecnologia revolucionária e do nível de inovação alcançado pela humanidade. Trata-se de uma plataforma global para mostrar que a inteligência artificial pode conviver conosco no mundo real. Além disso, qualquer um que esteja acompanhando esta transformação de perto tem agora um lugar para mostrar as vantagens das soluções sem motorista e isso deve impulsionar o desenvolvimento da tecnologia", afirmou.

Agag: um desafio e tanto para empresas de tecnologia

Para Alejandro Agag, CEO da F-E, o conceito da nova categoria vai ao encontro do que se imagina que sejam os carros de rua no futuro, que ele descreveu como "elétricos, conectados e sem condutores".

“Estamos muito empolgados com esta parceria com a Kinetik, que certamente vai gerar um dos mais inovadores eventos esportivos da história. A ROBORACE é um desafio e tanto para as empresas que estão na vanguarda nos campos da tecnologia e da ciência. É emocionante poder criar uma plataforma para que estas companhias mostrem do que são capazes", disse.

Quando questionado sobre a falta de personalidade em um campeonato de carros autônomos, Sverdlov se mostrou confiante de que essa característica não se perderá, só será expressada de outras formas. 

"Queremos que os engenheiros sejam as estrelas do show, então essa "personalidade" virá das equipes. Além disso, faremos com que seja obrigatório que cada carro tenha um nome próprio", completou. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags driverless cars, roborace