Fórmula E considera Birmingham para substituir Montreal

compartilhar
comentários
Fórmula E considera Birmingham para substituir Montreal
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
15 de jan de 2018 17:28

Categoria estuda opções para vaga em aberto no calendário, o que também pode incluir Norisring ou até o cancelamento definitivo da rodada

A Formula E avalia levar competições automobilísticas de volta ao circuito de Birmingham pela primeira vez desde 1990, já que considera o local como possível substituto para a rodada de Montreal, que foi cancelada.

A categoria ainda não decidiu qual pista entrará no lugar do circuito canadense, que foi cortado do calendário no mês passado. Contudo, uma decisão deverá ser tomada durante uma reunião da categoria, ainda no início desta semana.

Contudo, a substituição não entrará na mesma data que estava planejada para Montreal, entre 29 e 30 de julho. Isso faz com que a rodada de Nova York, de 16 e 17 de julho, seja o encerramento da temporada.

Caso a categoria esteja determinada a encontrar um lugar alternativo, o Motorsport.com entende que uma prova em Birmingham é seriamente considerada.

A Fórmula E não corre no Reino Unido desde o ePrix de Londres, em 2015. O contrato original, que previa cinco anos, foi rescindido depois de somente dois eventos devido a uma disputa com locais.

Diretor executivo da categoria, Alejandro Agag disse ao Motorsport.com antes do início da atual temporada que ele estava preparado para garantir que a Fórmula E retornasse a Londres no lugar correto.

Contudo, ele também admitiu que havia outros lugares do Reino Unido que estavam sendo considerados.

O Superprix de Birmingham era uma prova importante da F3000 e BTCC entre 1986 e 1990, usando um circuito no sentido anti-horário construído em vias públicas no sudeste da cidade.

O pouco tempo disponível conta contra sua entrada surpresa na Fórmula E, ao menos para esta temporada.

O circuito alemão de Norisring também é uma possibilidade, já que recebe o DTM na semana anterior e teria a infraestrutura necessária montada.

Contudo, uma outra opção seria transformar a etapa de Roma em uma rodada dupla, já que o evento conta com suporte significativo dos políticos locais e os ingressos já foram vencidos.

Além disso a Fórmula E também pode optar por não substituir a corrida de Montreal.

A Fórmula E considerou correr em Brands Hatch ou Donington Park, sendo que a segunda foi considerada seriamente perto do Natal.

No entanto, as equipes não levaram o plano a sério, já que os autódromos permanentes não se enquadrariam na mensagem de “corridas elétricas em circuitos de rua” que a Fórmula E quer passar.

Próxima Fórmula E matéria
Di Grassi vê luta por título como “extremamente difícil”

Previous article

Di Grassi vê luta por título como “extremamente difícil”

Next article

Coluna do Nelsinho: Por que tudo funciona na Jaguar

Coluna do Nelsinho: Por que tudo funciona na Jaguar
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias