Fórmula E decide não substituir ePrix final de Montreal

compartilhar
comentários
Fórmula E decide não substituir ePrix final de Montreal
Por: Scott Mitchell
18 de jan de 2018 15:21

Com a decisão, quarta temporada será encerrada na rodada dupla de Nova York

Robin Frijns, Amlin Andretti Formula E Team
Nico Muller, Audi Sport ABT Schaeffler
Joel Eriksson, DS Virgin Racing
James Rossiter, Techeetah
Maximilian Gunther, Dragon Racing
Antonio Giovinazzi, DS Virgin Racing
Frédéric Makowiecki, Techeetah

A Fórmula E vinha avaliando o que fazer depois que a prefeita de Montreal anunciou no mês passado que a cidade não realizaria a rodada final da atual temporada.

Conforme revelado pelo Motorsport.com, as opções consideradas pela série incluíam uma corrida em Birmingham, que não recebe uma corrida desde o Superprix de 1990.

Outros lugares que chegaram a ser levantados foram a adição de uma segunda corrida em Roma ou uma Norisring.

No entanto, o Motorsport.com apurou que, após discussões durante a reunião do conselho da F-E, não haverá substituição para a etapa de Montreal.

A F-E já teve que negociar um acordo para trazer Punta del Este de volta, depois que a corrida de São Paulo foi adiada para 2019, antes que a cidade de Montreal tomasse a decisão de não sediar a corrida.

A série optou por não buscar uma alternativa, o que significa que o calendário 2017/2018 será de 12 corridas e terminará com a rodada dupla de Nova York, de 16 e 17 de julho.

Acredita-se que a perspectiva de organizar uma corrida ou corrida adicional, com apenas alguns meses restantes, apresentou problemas que poderiam comprometer a qualidade do evento.

O CEO, Alejandro Agag, também disse ao Motorsport.com na semana passada em Marrakesh que "gostou da ideia de terminar em Nova York", onde F-E fez história na temporada passada, hospedando a primeira grande corrida na cidade.

A perda de duas corridas significa que o atual campeão, Lucas di Grassi e sua equipe Audi Sport Abt têm menos oportunidades de recuperar o terreno perdido durante o difícil do início da temporada.
Isso também significa que as equipes perdem coletivamente mais de € 750,000 em prêmios que normalmente seriam concedidos a eles pela série por ponto marcado.

Além de opções para mais corridas de rua, a F-E também considerou correr em um circuito permanente, tendo explorado a perspectiva de uma rodada em Donington Park ou Brands Hatch.

Próxima Fórmula E matéria
Grid da Fórmula E deve aumentar na próxima temporada

Previous article

Grid da Fórmula E deve aumentar na próxima temporada

Next article

Coluna do Pietro Fittipaldi: teste de aprendizado na F-E

Coluna do Pietro Fittipaldi: teste de aprendizado na F-E
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias