Jani rompe com a Dragon após uma rodada na Fórmula E

Estreante na Fórmula E, Neel Jani rompeu com a Dragon Racing após somente uma rodada competindo na categoria.

O antigo astro da Porsche na LMP1 tirou vantagem da saída de sua equipe do WEC para se juntar à Dragon, que é independente, para a temporada de 2017/2018.

A Dragon rompeu com seu antigo parceiro técnico Faraday Future, mas, após assinar com Jani, explorou a possibilidade de trazer engenheiros da Porsche em meio a um programa de testes encorajador.

Contudo, ela sofreu um golpe antes da abertura da temporada, em Hong Kong, quando veio à tona que a ligação com a Porsche, que poderia ser em moldes semelhantes a Venturi/HWA e Andretti/BMW, não seria concretizado. 

“Como resultado das mudanças inesperadas, a Dragon Racing e eu decidimos que é o melhor interesse para o futuro da equipe e meu que encerremos nossa aliança”, disse Jani ao Motorsport.com.

“Gostaria de agradecer à Dragon Racing por me dar a oportunidade de experimentar a Fórmula E, e desejo a eles tudo de melhor para o restante da temporada.”

Assim, Jani terá apenas o programa da Rebellion na classe LMP1 para se preocupar em 2018, mesmo que ele mantenha laços com a Porsche.

A Dragon ainda terá de confirmar o substituto de Jani para a próxima rodada, em Marrakesh. Antes do suíço, a Dragon contou com Loic Duval, Mike Conway e Oriol Servià ao lado de Jerome d’Ambrosio na F-E. Conway é o único do trio que é provável para retornar, tendo já substituído Duval em Paris na última temporada.

Reportagem adicional de Roman Wittemeier

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E
Pilotos Neel Jani
Equipes Dragon Racing
Tipo de artigo Últimas notícias