Mesmo com acidente no fim, Nelsinho Piquet vê evolução

Brasileiro vinha em corrida de recuperação quando bateu na penúltima volta, na defesa da sétima posição

Nelsinho Piquet esteve muito perto de pontuar pela segunda etapa consecutiva na Fórmula E. Ainda distante do ritmo dos concorrentes mais competitivos, o atual campeão da categoria defendia a sétima posição de Jean-Eric Vergne, quando acabou se acidentando.

“Não estou tão chateado, porque não estava na disputa pela vitória. Foi no final da corrida e o que tinha que aprender aqui, nós aprendemos. Terminar não ia fazer uma diferença enorme."

"Então foi bom para ter mais dados e saber exatamente no que temos mais prejuízo para os adversários. O importante realmente é forçar o limite do carro”, analisou o brasiliense.

 

 

Largando em 12º, Piquet perdeu uma posição na partida. Com uma estratégia de economia de bateria, prolongou seu primeiro stint até entrar para a parada de troca de carro em sexto.

Encerrada a janela de pits, Nelsinho avançou a oitavo depois de adversários serem punidos com drive thru. Então o carro #25 se aproximou nas voltas finais.

Com menos velocidade de reta, Piquet foi ao limite do equipamento para defender sua posição, inclusive com contato com o carro do adversário.

“Na batida não sei exatamente se foi sujeira na pista ou se quebrou algo nas disputas com o Vergne nas curvas anteriores. Mas o principal é que sabemos o potencial que o carro tem e onde é possível melhorar”, completou Piquet.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E
Evento ePrix de Punta del Este
Sub-evento Sábado
Pista Streets of Punta del Este
Pilotos Nelson Piquet Jr.
Tipo de artigo Últimas notícias