Montreal cancela etapa final da Fórmula E

compartilhar
comentários
Montreal cancela etapa final da Fórmula E
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
Co-autor: René Fagnan
18 de dez de 2017 20:04

Rodada dupla no Canadá, que deveria ser a final da temporada 2017/2018 será cancelada, já que a cidade não está mais disposta a hospedar as corridas, como planejado

Montreal atmosphere
The Montreal skyline
Montreal circuit seen in the car of Jérôme d'Ambrosio, Dragon Racing
Denis Coderre, Mayor of Montreal, with Alejandro Agag, Formula E CEO, CEO, Formula E
Felix Rosenqvist, Mahindra Racing, leads at the start of the race

Montreal hospedou a rodada dupla final da Fórmula E, na temporada 2016/2017 em julho, quando Lucas di Grassi se tornou o campeão da categoria. 

Estava tudo certo para a cidade receber novamente a decisão, mas isso foi posto em dúvida quando Montreal elegeu uma nova prefeita, Valerie Plante.

Ela inicialmente queria que a corrida saísse do centro da cidade, mas cancelada totalmente, e uma reunião entre a categoria e a prefeita aconteceu na semana passada para tentar resolver o problema.

O Motorsport.com apurou que a série esperava até o início de 2018 para avaliar alternativas satisfatórias, mas Plante revelou em uma coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira, que o governo desejava cancelar a corrida com efeito imediato.

Um porta-voz da F-E disse em um comunicado ao Motorsport.com: "Estamos muito surpresos e decepcionados com a decisão unilateral e o anúncio da prefeita de Montreal. Este é um caso claro de um novo prefeito desfazendo o que o prefeito anterior fez.”

"Embora haja um contrato no local, não vamos fazer comentários adicionais neste momento, pois agora está em mãos de nossos advogados canadenses".

Entende-se que o promotor - "Montreal, c'est eletricidade", uma organização sem fins lucrativos formada pela autoridade local para realizar o evento - ainda está tentando pagar a F-E pela edição de 2017 e tem 6,2 milhões de dólares canadenses em contas não pagas .

O evento foi apoiado pela empresa estatal de serviços públicos Hydro-Quebec, e não atraiu patrocínio privado, algo que Plante disse que a cidade não poderia se dar o luxo de repetir novamente.

Alternativas aos locais do centro de Montreal foram discutidas, incluindo corridas em uma versão adaptada da pista do Circuito Gilles Villeneuve que não é viável por causa reforma durante o verão.

O CEO da categoria, Alejandro Agag, disse ao Autosport em Hong Kong no início deste mês que correr em outra cidade canadense não estava fora de questão, mas com apenas sete meses antes da final planejada, isso deixa a série com pouco tempo para gerar e executar uma substituição.

Se um evento alternativo não puder ser encontrado, a temporada 2017/2018 terminará com a rodada dupla de Nova York no dia 16 a 17 de julho.

Outra corrida prevista para a temporada 2017/18, em São Paulo, já foi substituída por Punta del Este devido a problemas encontrados pela autoridade local, mas a série e a cidade concordaram em adiar para o 2018/19 em vez de descartá-la completamente.

Próxima Fórmula E matéria
Audi convoca pilotos de F2 e DTM para teste na Fórmula E

Previous article

Audi convoca pilotos de F2 e DTM para teste na Fórmula E

Next article

Conheça os motivos que fizeram Montreal sair da F-E

Conheça os motivos que fizeram Montreal sair da F-E
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Localização Ruas de Montreal
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias