Nelsinho alega "muitas dúvidas" para permanência na NextEV

compartilhar
comentários
Nelsinho alega
Por: Scott Mitchell
25 de set de 2017 21:40

Brasileiro revela motivos da mudança de equipe na Fórmula E, após confirmação de ida para a Jaguar na semana passada

Nelson Piquet Jr., NEXTEV TCR Formula E Team
Nelson Piquet Jr., NEXTEV TCR Formula E Team
Nelson Piquet Jr., NEXTEV TCR Formula E Team
Nelson Piquet Jr., Jaguar Racing
Nelson Piquet Jr., Jaguar Racing

Nelsinho Piquet anunciou a mudança para a Jaguar depois de três temporadas com o Team China Racing/NextEV/NIO. 

A NextEV investiu significativamente em sua equipe de F-E, mas Piquet revelou algumas frustrações após a morte do CEO, Martin Leach.

"Nada me faria ficar", disse ele. "Eu não estava com raiva, apenas fiquei frustrado por algumas corridas."

"Em algum momento de sua carreira você precisa começar um novo capítulo: entrar em algo que você tenha mais crença do que onde você estava. Talvez não nas pessoas, mas o pacote era o certo?"

"É uma empresa chinesa, será que ela vai se retirar a qualquer momento? Será que as nossas peças são feitas em todo o mundo do jeito certo? Quando você tem os grandes fabricantes, você vai investir a mesma quantia de dinheiro que eles estão investindo?"

"Não sei se todas essas coisas me fizeram acreditar que permanecer lá seria a escolha certa."

Piquet disse que estava ansioso para o "desafio" de mudar de equipe. 

Perguntado pelo Motorsport.com sobre as diferenças entre seu emprego anterior e a Jaguar, Piquet respondeu: "A capacidade de mudar as coisas rapidamente e em desenvolvimento."

"Você poderia até dizer que a NextEV está investindo um pouco mais de dinheiro, mas eles terão que correr contra os fabricantes que têm tudo em casa."

"Eu acreditei que há uma chance muito maior com esta equipe ter sucesso do que onde eu estava."

"Se você começar a comparar no futuro onde vamos competir contra a Porsche ou a Mercedes, por exemplo, você terá que estar com uma grande empresa que tem um bom lado técnico e pode se dar ao luxo de desenvolver um carro que possa competir contra esses outros fabricantes."

"Não há chance de as equipes pequenas na Fórmula E competir contra isso, a menos que comecem a contratar dezenas de pessoas por mês e a fazer crescer o programa."

Próxima Fórmula E matéria
Lotterer assina com a Techeetah e entra na Fórmula E

Previous article

Lotterer assina com a Techeetah e entra na Fórmula E

Next article

Na Jaguar, Nelsinho trabalhará com ex-engenheiro de Bottas

Na Jaguar, Nelsinho trabalhará com ex-engenheiro de Bottas

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Pilotos Nelson Piquet Jr.
Equipes NIO Formula E Team
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias